TODO PODER EMANA DO POVO

Acessos

terça-feira, 26 de outubro de 2021

BOMBA!!! É VERDADE!! O Relatório Global do UNAIDS 2021 mostra evidências de que as pessoas que vivem com HIV são mais vulneráveis à COVID-19 em dobro

UNAIDS é o programa das Nações Unidas que tem a função de criar soluções e ajudar nações no combate à AIDS.
Em seu Relatório Global de 2021, a UNAIDS (CLIQUE E CONFIRA...), diz textualmente: "Estudos da Inglaterra e da África do Sul indicam que a chance de morrer por consequência da COVID-19 entre as pessoas que vivem com HIV é o dobro da população em geral".

O UNAIDS mostra como os lockdowns e outras medidas restritivas de combate à COVID-19 interromperam gravemente a testagem para HIV em muitos países, isso levou a quedas acentuadas nos diagnósticos e encaminhamentos para serviços de cuidados e de início de tratamento de HIV. Ou seja o 'Fica em Casa' causa a desgraça de milhares de portadores do HIV. Quem são os genocidas?

Quer mais?

O relatório do Programa das Nações Unidas (UNAIDS) "mostra que em 2020, 1,5 milhão de novas infecções por HIV ocorreu predominantemente entre as populações-chave, seus parceiros e suas parceiras sexuais (mulheres trans, profissionais do sexo, gays e outros homens que fazem sexo com homens e pessoas que usam drogas, e parceiros e parceiras sexuais dessas populações-chave), o que corresponde a 65% das infecções por HIV em todo o mundo no ano de 2020. No entanto, justamente essas populações-chave, seus parceiros e parceiras sexuais permanecem à margem e em grande parte fora do alcance dos serviços de HIV na maioria dos países".

Reia a resto do Relatório e tire suas conclusões do tamanho da calhice que ronda os podres poderes de Brasília e a vergonha imprensa propineira do Brasil.


Também países da África reprovaram a vacina Sputnik V, alegando relações com a Aids, embora esta alegue que não existe nenhuma evidência científica, até o momento, que correlacione vacinas contra covid-19 e Aids.

Tudo não passam de narrativas. Garantias ninguem dar.

segunda-feira, 25 de outubro de 2021

BOMBA!! 🧨No jogo bruto contra Bolsonaro Ministro do TSE marca julgamento para terça-feira (26). O mandato do ministro termina na sexta-feira (29). O blog expôe as armações e PF inocenta Bolsonaro

A partir da associação com com a Folha de São Paulo, inimiga de Bolsonaro, comunistas do PT, PC do B e PROS armaram um plano para acusar Bolsonaro de ter praticado crime eleitoral.

No apurado pelo blog constam indícios de que o Jornal Folha de S. Paulo cuidou da tarefa de plantar uma notícia falsa (fake news) e com ela os comunistas dariam sequência ao plano criminoso de acusar Bolsonaro de ter fraudado as eleições e crime eleitoral.

Deram início à execução do plano em 18/10/2018, quando o Jornal Folha de S. Paulo plantou a matéria criminosa, dizendo: “foram comprados pacotes de disparos em massa de mensagens contra o Partido dos Trabalhadores, e a Coligação ‘O Povo Feliz de Novo’, pelo aplicativo de mensagens instantâneas WhatsApp”.

No mesmo dia (18/10/2018), o PT, PC do B e PROS continuaram a execução do plano, indo ao TSE e apresentando Ação de Investigação Judicial Eleitoral, que recebeu o número Processo 0601771-28.2018.6.00.000.

No dia seguinte (19/10/2018), o então Corregedor-Geral da Justiça Eleitoral da época, Ministro JORGE MUSSI, percebeu a armação e escreveu no processo: “toda a argumentação desenvolvida pela autora está lastreada em matérias jornalísticas”. Ou seja não tinha nenhuma prova.

Em 18/6/2019 o Jornal Folha de S. Paulo plantou a matéria falsa, denunciando que "empresas brasileiras teriam contratado uma agência de marketing na Espanha para fazer disparos em massa de mensagens pelo WhatsApp a favor da candidatura de Bolsonaro".

No dia seguinte (19/06/2019) a Folha de S. Paulo publicou a fake news, dizendo: “Engenheiro boliviano diz que seu software foi usado para disparos pró-Bolsonaro”.

Em 7/10/2019, o Ministério Público Eleitoral instado a se manifestar pelo Ministro JORGE MUSSI, "pronunciou-se pela rejeição das preliminares e, no mérito, pela improcedência da ação de investigação judicial eleitoral" contra Bolsonaro.

Com isso, vendo o plano do PT, PC do B e PROS indo por água abaixo, a Folha de S. Paulo plantou a notícia falsa, dizendo: “WhatsApp admite envio maciço ilegal de mensagens nas eleições de 2018".

Depois disto (em 15/10/2019), o mesmo Ministro JORGE MUSSI concluiu o processo e marcou o julgamento de Bolsonaro, escrevendo: “encontra-se concluso, desde 10.10.2019, para confecção de voto e inclusão do feito em pauta, para julgamento plenário", depois estranhamente deferiu pedido para ser compartilhado supostas provas de outro processo, o de número 0601782-57.2018.6.00.0000, Julgado improcedente em 08/03/2021 pelo Plenário do TSE.😱

A partir daí inicia-se um jogo bruto pra cima de Bolsonaro envolventos elementos do STF e do próprio TSE - os fatos no processo mostram esse jogo brutal dentro de uma corte de justiça, cujo todos integrantes deveriam zelar pela isenção e imparcialidade.

VAI VENDO!!

Em 27/5/2020, como o plano não estava dando certo, solicitaram que supostas provas obtidas no Inquérito nº 4.781 do Xerife Alexandre de Moraes, fossem anexadas no processa eleitoral. O Ministério Público Eleitoral opinou pelo indeferimento dessa armação.

Em 9/12/2020, Bolsonaro anexou no processo sentença do Juízo da Vara Cível da Comarca de Brusque/SC, na qual a Folha de S. Paulo e a jornalista Patrícia Campos Mello foram condenadoa ao pagamento de indenização por danos morais ao representado Luciano Hang e à Havan Lojas de Departamentos LTDA., no valor de R$ 100.000,00 (cem mil reais), em razão das mesma falsas notícias absorvidas pelo TSE e Alexandre de Moraes nos seus inquéritos criados para perseguir apoiadores de Bolsonaro.

Já em 14/7/2021, o Ministro Luis Felipe Salomão, telator da ação dos comunistas, recebe o Ofício eletrônico nº 9850/2021, de Alexandre de Moraes, por meio do qual encaminhou cópia do Relatório do Inquérito nº 4.781 em que ele acusa, investiga e julga. foi enviado para rechear o processo de acusação contra Bolsonaro.

Em 3/8/2021, o Ministro Luis Felipe SalomãoCorregedor-geral da Justiça Eleitoral👨‍⚖️, ombreado com Alexandre de Moraes, pediu o recheio de mais o Inquérito 4.828, do STF, alegando que ali "poderia conter elementos de interesse ...."😲

Consta no Relatório de Análise nº 32/2021 produzido pela Polícia Federal, que, após análise de conversa entre Luciano Hang e Allan dos Santos, “não foi encontrada mensagem que se relacione com a hipótese criminal” de acusação a Bolsonaro.

A PF também relatou que em conversas entre Allan dos Santos e Eduardo Bolsonaro, não havia “qualquer comprovação de prática de crime antidemocrático ou participação” do representado “nas acusações inverídicas efetuadas a seu respeito”.

Por fim o Ministério Público Eleitoral opinou pela improcedencia da ação articulada pelos inimigos de bolsonaro, de fora e de dentro da Câmara, do Senado e do próprio Judiciário, conforme os indícios apontados.

Esse é o jogo bruto pra cima de Bolsonaro sem dó e piedade. São facada outras.🔪🔪🔪

sábado, 16 de outubro de 2021

OAB-MA vai ao CNJ contra o TJMA que exige passaporte de vacina para alguem entrar nas suas dependências e nos fóruns

A OAB-MA quer que o CNJ (Conselho Nacional de Justiça) suspenda exigencia do Tribunal de Justiça do Maranhao, que está impedido pessoas de ingressarem no prédio-sede da corte e nos fóruns.

A representação da OAB alega que a exigência de passaporte da vacina estar gerando prejuízos aos jurisdicionados maranhenses.

Segundo o desembargador Paulo Rangel, do TJ do Rio de Janeiro, a exigência da comprovação da vacina se assemelha a comportamentos históricos ligados à escravidão, que remontam à tirania e à ditadura.

“Se no passado existiu a marcação a fero e fogo dos escravos e gados através do ferrete ou ferro em brasas, hoje é a carteira da vacinação que separa a sociedade. O tempo passa, mas as práticas abusivas, ilegais e retrógradas são as mesmas. A carteira de vacinação é um ato que estigmatiza as pessoas, criando uma marca depreciativa e impedindo-as de circularem pelas ruas livremente, com nítido objetivo de controle social. É uma ditadura sanitária", afirmou o magistrado.

segunda-feira, 4 de outubro de 2021

A BOMBA!!!! ☢️ PARA EXPLODIR BOLSONARO NO TSE 😱 - ELA TEM UMA IDENTIFICAÇÃO: 17/GMAM💀

17/GMAM É A BOMBA PARA EXPLODIR BOLSONARO NO TSE. – ELA É DO TAMANHO DO ÓDIO QUE NUTREM PELO PRESIDENTE

Desde do início, este blog investigativo acompanha os movimentos dos sinistros do TSE e STF. Para você eleitor entender, é preciso mostra-los passo a passo.

VAMOS LÁ! SIGA A TRILHA DA BOMBA!

Após a eleição de Bolsonaro, os representantes do PT, PC do B, PROS, PDT, AVANTE e outros comparsas, agindo como uma associação criminosa articularam um gabinete do ódio, usando como instrumentos de seus ataques os protocolos do STF e TSE.

VAI VENDO!

No protocolo do STF já somam mais de 140 acusações odiosas contra Bolsonaro sob os aplausos de ministros que também são seus inimigos declarados.

Já no TSE a coisa é mais profissional. É na surdina.

Como disse, o PT, PC do B, PROS, PDT, AVANTE e outros comparsas, agindo como uma associação criminosa se dividiram para atacar Bolsonaro com ajudas supremas.

PRESTA ATENÇÃO! VAI CHEGAR NA BOMBA!

Em três ataques consecutivos PT, PC do B, PROS, PDT e AVANTE, via TSE apresentaram três falsas acusações contra Bolsonaro e Mourão:

No dia 18/10/2018, PT, PC do B, PROS atacaram com o Processo 0601771-28.2018.6.00.0000;

No dia 19/10/2018, o PDT e o AVANTE atacaram com o Processo 0601779-05.2018.6.00.0000;

No dia 20/10/2018, de novo PDT e o AVANTE apresentaram o Processo 0601782-57.2018.6.00.0000.

Todos os processos foram combinados, pois apresentam as mesmas falsas acusações, as de que Bolsonaro contratou empresas para disparar mensagens com conteúdo falso via WhatsApp; que utilizou base de dados de usuários fornecida por empresas digitais; que realizou e recebeu doação de pessoa jurídica e utilizou valores acima do limite máximo permitido para gastos nas eleições.

Durante as instruções dos processos, a PF e os técnicos do TSE chegaram às seguintes conclusões sobre esse dois processo:

👉Não há uma única prova da existência das mensagens com conteúdo falso;

👉 Não existe relação jurídica entre a campanha de Jair Bolsonaro ou apoiadores desse último e as empresas de publicidade que teriam realizado os disparos em massa;

👉Não há nada que evidencie, que os disparos detectados consistiam em propaganda eleitoral irregular;

👉 Não há ocorrência do abuso de poder, o que, por sua vez, conduz à rejeição dos pedidos de cassação do mandato e declaração de inelegibilidade de Bolsonaro;

👉Não existe nos autos elemento apto a comprovar ter ocorrido a contratação dos serviços de envio em massa de mensagens pelo WhatsApp.

👉Não tendo as unidades técnicas deste tribunal, após a realização das diligências de praxe, encontrado qualquer indício de caixa dois, doação não declarada de pessoas jurídicas ou contratação de impulsionamento de conteúdo pela campanha dos candidatos eleitos.

Após essas constatações, o TSE no caladinho julgou improcedentes os processos 0601779-05.2018.6.00.0000 e 0601782-57.2018.6.00.0000.

Te acalma! Ainda não acabou!
Não viu foi nada!

Ainda tem o processo 0601771-28.2018.6.00.0000. É nesse que o esquema é mais violento!

Presta atenção! Essa turma sabe jogar!

Vai aí uma pergunta:

Por que o Processo 0601771-28.2018.6.00.0000, sendo o primeiro articulado, não foi julgado junto com os outros?

O que estão armando com esse processo?

Quer saber mesmo?

Então! Siga as trilhas dos canalhas que vou mostrar agora! na décima trilha, a bomba explode!

Trilha 1 - Já em 19/10/2018, o Ministro JORGE MUSSI, então Corregedor-Geral da Justiça Eleitoral, despachou: “toda a argumentação desenvolvida pela autora está lastreada em matérias jornalísticas”.

Trilha 2 - O mesmo Ministro JORGE MUSSI disse em 15/10/2019 que o Processo 0601771-28.2018.6.00.0000 “encontra-se concluso, desde 10.10.2019, para confecção de voto e inclusão do feito em pauta, para julgamento plenário (Lei Complementar n. 64/1990, art. 22, XII).

Trilha 3 - PT, PC do B, PROS pediram que os frutos (resultados) das diligências determinadas no Processo 0601782-57.2018.6.00.0000 pudessem ser compartilhadas no Processo 0601771-28.2018.6.00.0000 ainda não julgado. O ministro topou (aceitou).

VAÍ VENDO COMO ESQUEMA SE FORMA! NÃO PERCA OS DETALHES!

Trilha 4 – em 12/06/2020, já era Corregedor-Geral da Justiça Eleitoral outro ministro, o Ministro Og Fernandes – este DEFIRIU pedido para consultar Alexandre de Moraes sobre o compartilhamento dos frutos (resultado) das diligências determinadas no âmbito do Inquérito nº 4.781/STF das fake News.

AGORA ALEXANDRE DE MORAES PASSA A DAR AS ORDENS NO PROCESSO!

Trilha 5 - 26.6.2020, Alexandre de Moraes, diz: “aguarde-se o fim das perícias referidas por Sua Excelência e o recebimento de novas informações”.

Trilha 6 – ao invés de apresentar as diligencias do Inquérito nº 4.781 das fake News, foram anexadas as do Inquérito nº 4.828 dos atos antidemocráticos.

AGORA SENTA ÍA! VEJA A CANALHICE DE PERTO!

Trilha 7 – Para se defender e não ser impedido de concorrer em 2022, Bolsonaro pediu para vê as supostas provas do Inquérito nº 4.828 de Alexandre de Moraes. Só que o já terceiro Corregedor-Geral da Justiça Eleitoral, ministro Luís Felipe Salomão, DISSE NÃO! DISSE QUE SÓ VAI PERMITIR NO “MOMENTO ADQUADO!” para suposto “para o exercício de seu direito ao contraditório e à ampla defesa”.

Entendeu o que ele quis dizer com “momento adequado”?

AGORA VEJA A BOMBA! ARMADA E LIGADA!

Trilha 8 – Por intermédio do Ofício eletrônico nº 9850/2021, Alexandre de Moraes encaminhou ao TSE cópias do Relatório de Análise de Material Apreendido produzido pela PF e de instauração de inquérito específico para investigar organização criminosa, de forte atuação digital, dotada de núcleos político, de produção, de publicação e de financiamento, cujas atividades teriam se desenvolvido após o pleito de 2018 (2020 em diante).

Trilha 9 – Em seguida o ávido e interessado Corregedor-Geral da Justiça Eleitoral, ministro Luís Felipe Salomão despachou: “com a instauração de novo procedimento investigativo, que poderá conter elementos para instrução deste feito, renove-se o pedido de informações e de compartilhamento de provas que possam vir a interessar à solução das lides postas nos autos 0601771-28.2018.6.00.0000 e 0601968-80.2018.6.00.0000.

FALTA POUCO PRA BOMBA EXPLODIR!!

VÃO FAZER DE TUDO PARA IMPEDIR BOLSONARO!

Trilha 10 – Por intermédio do Ofício nº 017/GMAM (A BOMBA), de 15.9.2021, Alexandre de Moraes COMUNICOU a seu parceiro no TSE ter autorizado o compartilhamento da documentação pertinente aos Inquéritos nos 4.781 e 4.828-STF, em relação à qual solicitou pra não mostrar pra ninguém (sigiloso).

TIC ...TAC ... TIC ... TAC ... Parece até deboche o número da bomba de Moraes é 17.

O Corregedor-Geral da Justiça Eleitoral, ministro Luís Felipe Salomão ficou tão empolgado com a Bomba! e DESPACHOU:

“Concedo às partes e ao Ministério Público Eleitoral o prazo comum e improrrogável de 10 (dez) dias para acesso à documentação compartilhada dos Inquéritos 4.781 e 4.828-STF, inclusive do “Relatório de Análise de Material Apreendido” (RMA 01/2020 – IPL 2020.0060052-DICOR/PF), cujo conteúdo poderá ser retirado na Secretaria da Corregedoria-Geral, contra recibo dos respectivos advogados constituídos e mediante termo de confidencialidade e manutenção de sigilo. Advirto, por fim, que o acesso aos dados sigilosos deve manter esse caráter, uma vez que o levantamento do sigilo, sem justa causa, pode ensejar a responsabilização criminal”.

A gritaria nos bastidores dos que odeiam Bolsonaro é que ele precisa ser “eliminado” o quanto antes.

O Ofício nº 017/GMAM é a bomba. 17 é o número pelo qual Bolsonaro foi eleito e GMAM = Gabinete do Ministro Alexandre de Moraes.

BOLSONARO NÃO MORREU DA FACADA! MAS SERÁ QUE ESCAPA DA EXPLOSÃO DESSA BOMBA!!????
O BRASIL TÁ VENDO TUDO!!

sábado, 2 de outubro de 2021

TSE marca dissimulação de transparência para próxima segunda-feira (4). Essa gente pensa que todos eleitores são bestas quadradas?

Na sua saga de resistencia ao voto impresso que dar maior transparencia, os agentes do TSE avisa que irão fazer abertura dos códigos-fontes dos sistemas de votação das urnas eletrônicas para as eleções 2022; diz que permitirão acesso à sala na qual estarão os computadores da Corte Eleitoral para aqueles que desejarem inspecionar os códigos-fonte.

Agora me diz se isso não é achar que o eleitor é um abestado.

Quando terminar a visita os computadores fcarão sob a responsabilidade de quem?

Não é dos mesmos que de antes?

Quem garantes que os software mostrados serão os mesmos que estarão nas maquinas no dia da eleição? ou se não foram modificados?

Por acaso o eleitor entede alguma coisa de código-fonte?

Quando ele vai a uma lotérica, o atendente lhe mostra o codigo-fonte da maquina ou lhe imprime um comprovante do jogo para verificação?

Quando se faz um depósito no caixa eletrônico, a maquina mostra um código-fonte ou ela lhe fornece um comprovante impresso do depósito?

Por que o TSE impede que o voto eletronico seja impresso? O que está por trás dessa resistência?

Enquanto não houver voto eletronico impresso todas essas dissimulação do TSE não passa de atutude de quem acha que todos eleitores do Brasil são bestas quadradas.
O eleitor lá quer saber de codigo-fonte manipulável!
O eleitor quer vê é seu voto impresso para saber se não foi enganado.

"Maldito é o homem
que confia nos homens,
que faz da humanidade mortal
a sua força,
mas cujo coração se afasta do Senhor.

 JEREMIAS 17.5

sexta-feira, 1 de outubro de 2021

JURISTAS E DOUTORES DO DIREITO DESMONTAM ARMAÇÃO DA QUADRILHA CRIMINOSA QUE TENTA IMPEDIR O DESENVOLVIMENTO DO BRASIL

A quadrilha encravada em dois poderes da República e associada com a grande imprensa propineira implementaram um maligno projeto de atrapalhar o desenvolvimento do Brasil, impedindo que Bolsonaro concretize 100% sua gestão. Deveriam ser enquadrados como inimigos do pais e ser tratados como inimigos de guerra no campo de batalha.

Contra a terrivel sanha dessa quadrilha, cujos integrantes podem ser identicados facilmente pelo povo, é que quatro respeitáveis juristas emitiram pareceres sobre os atos desses bandidos que trabalham para impedir o Poder Executivo de realizar os grandes projetos para Brasil.  CONFIRA O PARECER NA ÍNTEGRA AQUI.

terça-feira, 21 de setembro de 2021

É EXTREMO!! A dissimulação e politicagem do comunista Flávio Dino diante da extrema pobreza de 1.400.000 (um milhão e quatrocentos mil) maranhenses