13 de ago de 2012

MAIS QUE SUSPEITOS: DELEGADO DA PF, ADVOGADO DO AGIOTA GLAÚCIO E DA BIA, O CHEFE DA CGU JUNTOS SORRINDO NO VELÓRIO.


A foto que ilustra este post já havia sido publicada aqui antes. Mas estava “cortada” e nela apareciam apenas o advogado Ronaldo Ribeiro (de paletó, sorrindo) e Pedro Meireles (de camiseta azul-escuro, também com um belo sorriso no rosto), como se vê aqui.

Roberto Viégas
Ocorre que da pequena reunião da qual os dois participavam – durante o velório do jornalista e blogueiro Décio Sá, em abril deste ano – também fazia parte o chefe da regional Maranhão da Controladoria Geral da União (CGU), Roberto Viégas (de óculos escuro, também sorrindo na foto acima  - é ele na foto ao lado).
A maioria das ações da Polícia Federal comandadas pelo delegado federal Pedro Meireles – que aparece em depoimento do agiota Glaucio Alencar e já prestou depoimento no inquérito que apura a morte do jornalista – era feita em parceria com a CGU, de Viégas.
Inclusive a Operação Donatários, no Incra…
FONTE: Gilberto Leda.
Como se estivessem comemorando, os suspeitos dão gaitadas no velório de Décio Sá.

O advogado Ronaldo Henrique Santos Ribeiro advoga para Gláucio e para Bia Venâncio. Com a conivência de gente de dentro do TJMA, ele ficou 92 dias com o processo 31.678/2011 contra Bia Venâncio impedindo o julgamento.

Agora com a possível ligação do Chefe da CGU com a organização que matou Décio Sá e desvia recursos públicos no Maranhão, a coisa se complica.

Se não bastece a omissão do MPF do Maranhão, agora tem mais essa.

Vou reiterar: 

É NECESSÁRIO E URGENTE UMA INTERVENÇÃO FEDERAL NO MARANHÃO, COM UMA CPI PARA ELIMINAR ESTA ORGANIZAÇÃO CRIMINOSA QUE SE INSTALOU NO ESTADO E POSSUI TENTÁCULOS NOS PODERES CONSTITUÍDOS.