TODO PODER EMANA DO POVO

Acessos

Mostrando postagens com marcador golpe. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador golpe. Mostrar todas as postagens

sábado, 19 de dezembro de 2020

BOMBA!! O Plano B para cassar Bolsonaro está concluso no TSE - O Plano A falhou no STF. É EXCLUSIVO!!!

O Plano A para dar um golpe em Bolsonaro falhou no STF - a ideia era reconduzir Maia e Alcolumbre na Câmara e no Congresso com a cobertura de ministros do Supremo.

Acontece que um corajoso jornalista investigativo (Osvaldo Eustáquio) denunciou o complô em live de 2.115.854 de visualizações (CONFIRA AQUI) - o que fez alguns ministros recuarem diante das evidências - não aprovando o plano B. 

O que aconteceu com o jornalista? Foi acusado de “ruptura institucional" e preso por denunciar o que agora vem a público por ministro do governo (confira na Revista Veja).

Para calar de vez o jornalista, o ministro Alexandre de Moraes mandou ontem (18/12/2020) encerra-lo no calabouço da prisão sob o ridículo argumento de descumprimento de sua ilegalidade anterior.

AGORA VEM O PLANO B

Tirando o jornalista do caminho e calando sua boca, os agentes do complô e seus asseclas partem para o Plano B - aguardando que ministros do STF e do TSE tenham êxito nos articulados inquéritos secretos (sigilosos), usados para fazer buscas, prisões e apreensões nas casas de apoiadores e denunciadores do Plano A. 

Para em seguida municiar o Plano B em curso no TSE, articulado e patrocinado por representantes do PDT, AVANTE, PT, PC do B e PROS.

No TSE os que conduzirão a cassação de Bolsonaro são inimigos públicos do presidente e também os mesmo que votaram a favor do Plano B (sabendo ou não).

O Plano está concluso para decisão e as conversas de bastidores estão acontecendo fervorosamente às escondidas do povo brasileiro.

Se Bolsonaro e seus ministros continuarem nesses discursinhos de paz e amor, enquanto seus inimigos amolam suas "facas" e dissimulam harmonia, podem começarem a dar TCHAU!

sexta-feira, 31 de julho de 2020

BOMBA!! O ataque do STF aos bolsonaristas é apenas dissimulação – o alvo principal é outro

Uma atenta leitura das duas peças de investigação judicial eleitoral em curso no TSE - Tribunal Superior Eleitoral contra o presidente eleito Jair Bolsonaro e seu Hamilton Mourão – se detecta as razões do forjado Inquérito nº 4.781 do STF - Supremo Tribunal Federal – Inquérito destinado a reforçar/arranjar ou forçar a cassação dos mandatos de Bolsonaro e Mourão. 

CONFIRA ESTA SUJEIRA JURÍDICA 

Na Ação de Investigação Judicial Eleitoral Nº 0601779-05.2018.6.00.0000, no TSE, o então Ministro JORGE MUSSI, Corregedor-Geral da Justiça Eleitoral, não aceitou parar o processo para encaixar forjadas provas, registrou o Ministro nos autos: 

“Demais disso, neste feito já consta relatório conclusivo datado de 25.9.2019 (ID 16864788) e parecer do ilustre representante do Ministério Público Eleitoral (ID 16909538), juntado em 30.9.2019, encontrando-se os autos conclusos, desde então, para confecção do voto e inclusão em pauta de julgamento pelo Plenário

Quando o Ministro JORGE MUSSI saiu do processo, o esquema entrou em ação. Veja que desde 30.9.2019 o processo que responde Bolsonaro e Mourão estava pronto para confecção do voto e inclusão em pauta de julgamento pelo Plenário do TSE. 

Na Ação de Investigação Judicial Eleitoral Nº 0601771-28.2018.6.00.0000, conexa à primeira, o novo Corregedor-Geral da Justiça Eleitoral, Ministro Og Fernandes tentou resistir ao esquema – despachou dizendo que entendia incabível suspender o processo no TSE até a conclusão do Inquérito nº 4.781 do STF. 

Mas depois, o Ministro Og Fernandes cedeu à pressão e despachou: 

“DEFIRO o pedido para consultar o Ministro Alexandre de Moraes sobre o compartilhamento dos frutos das diligências determinadas por sua Excelência, no âmbito do Inquérito nº 4.781/DF, em trâmite no Supremo Tribunal Federal”

Assim, Alexandre de Moraes assumiu o controle dos processos contra Bolsonaro e Mourão por meio de apenas um Ofício. 

O esquema consiste em utilizar as provas do forjado inquérito do STF para operacionalizar a cassação de Jair Bolsonaro e Mourão. Prova que as investigações do TSE inocentam Bolsonaro e Mourão. 

O plano B foi montar a desesperada operação de invadir lares de apoiadores de Bolsonaro na tentativa de acharem alguma prova que ajude na cassação de seu mandato – fuçaram nos celulares, nos notebooks, nas gavetas, debaixo de camas, nos quintais, nos telhados e nas redes socias dos apoiadores de Bolsonaro e não encontram nada pertinente aos processos no TSE. 

Para disfarçar os membros do STF estão fazendo essa grande dissimulação de fake News contra ministros do Supremo – enquanto na verdade os alvos são Bolsonaro e Mourão. 

Relembrando, no TSE, os processos já estavam pautados para julgamento – foram tirados de pauta para encaixarem o esquema do forjado inquérito do STF capitaneado por Alexandre de Moraes e Toffoli. 

Os advogados de Bolsonaro e Mourão já enxergaram esse esquema ou estão preservando as amizades supremas? 

BOLSONARO E MOURÃO - ABRAM OS OLHOS!! ESTÃO ESCUTANDO VOCÊS - INIMIGOS MORTAIS!!

Se não acordarem para essa armadilha, dormirão como presidente e vice, mas acordarão debaixo de vara e expulsos do Palácio do Planalto.

Em Inglês👇

BOMB!! The STF's attack on bolsonaristas is just a cover-up - the main target is another


A careful reading of the two pieces of electoral judicial investigation underway in the TSE - Superior Electoral Court against President-elect Jair Bolsonaro and his Hamilton Mourão - the reasons for the forged Inquiry No. 4,781 of the Supreme Court - Supreme Court - Inquiry aimed at reinforcing / arrange or force the cancellation of Bolsonaro and Mourão's mandates.

CHECK THIS LEGAL DIRT

In the Electoral Judicial Investigation Action No. 0601779-05.2018.6.00.0000, in the TSE, the then Minister JORGE MUSSI, General Inspector of Electoral Justice, did not accept to stop the process to fit forged evidence, the Minister recorded in the file:

“Furthermore, this fact already contains a conclusive report dated 9.25.2019 (ID 16864788) and opinion of the illustrious representative of the Public Electoral Prosecutor's Office (ID 16909538), joined on 9.30.2019, and the records have since been concluded for making of the vote and inclusion in the Plenary's judgment agenda ”.

When Minister JORGE MUSSI left the process, the scheme went into action. See that since September 30, 2019 the process that Bolsonaro and Mourão responds to was ready for the vote to be made and included in the trial agenda by the TSE Plenary.

In the Electoral Judicial Investigation Action No. 0601771-28.2018.6.00.0000, connected to the first, the new Corregedor-Geral da Justiça Eleitoral, Minister Og Fernandes tried to resist the scheme - he dispatched saying that he thought it impossible to suspend the process in the TSE until the conclusion of the STF No. 4,781 survey.

But then, Minister Og Fernandes gave in to the pressure and dispatched:

"I DEFY the request to consult Minister Alexandre de Moraes on the sharing of the fruits of the diligences determined by His Excellency, in the scope of Inquiry No. 4,781 / DF, pending before the Supreme Federal Court".

Thus, Alexandre de Moraes took control of the lawsuits against Bolsonaro by means of just a letter.

The scheme consists of using the evidence from the forged STF investigation to operationalize the impeachment of Jair Bolsonaro and Mourão. It proves that TSE investigations exonerate Bolsonaro and Mourão.

Plan B was to mount the desperate operation to invade the homes of Bolsonaro supporters in an attempt to find some evidence that will help in the termination of his term - they went through cell phones, notebooks, drawers, under beds, in backyards, on roofs and in social networks of Bolsonaro's supporters and find nothing pertinent to the TSE processes.

In order to disguise the members of the Supreme Court, they are doing this great fake News dissimulation against Supreme Court ministers - while in reality the targets are Bolsonaro and Mourão.

Recalling, in the TSE, the processes were already ruled for judgment - they were removed from the agenda to fit the scheme of the forged STF investigation led by Alexandre de Moraes and Toffoli.

Have Bolsonaro and Mourão's lawyers already seen this scheme or are they preserving supreme friendships?

BOLSONARO AND MOURÃO - OPEN YOUR EYES !! THEY ARE LISTENING TO YOU - DEADLY ENEMIES !!

If they do not wake up to this trap, they will sleep as president and vice, but they will wake up under a stick and expelled from the Planalto Palace.

terça-feira, 12 de maio de 2020

BOMBA! O blog destrincha desde início o golpe via Consórcio de governadores e STF

Para golpear o presidente mais forte do mundo nas redes sociais, a esquerda brasileira, com apoio do Foro de São Paulo e células comunistas espalhadas em diversos país da América Latina, tiveram de iniciar uma escada insana para transformar Jair Bolsonaro no maior criminoso do mundo – confira o esquema passo a passo do golpe que articularam.

Hoje nos registros do STF, Bolsonaro é o maior criminoso do Brasil e do Mundo – são mais de 80 ações acusando o presidente da República de diversos crimes – de execução de pessoas até falsificação de documentos oficiais.

O Blog, com seu tino investigativo foi atrás para descobrir como e quando esse esquema do começou. As provas estão nos arquivos do STF, mas o blog obteve o número e o conteúdo delas. Veja passo a passo:

O INÍCIO DO GOLPE

Sete meses após Bolsonaro assumir, iniciou-se a jornada para construir um golpe contra o presidente. Foram escolhidas duas vias.

A primeira foi a criação do Consórcio de governadores do Nordeste dissimulado de desenvolvimento de políticas públicas e capitaneado pelo comunista Flávio Dino. Esse consórcio do golpe passou a se contrapor a todas medidas empreendidas por Jair Bolsonaro – O Nordeste funciona como estado paralelo do Brasil. Só falta a solicitação de independência.

A segundo via foi centrada no STF, como meio de criar fatos para desgastar o governo. Se alguém do STF está no esquema – não sabemos – o fato é que lá foi o local escolhido para potencializar o golpe.

A partir dos cabeças e estrategistas para assuntos de maldades do PT, a operacionalização do golpe iniciou-se no mesmo momento (em julho de 2019). Enquanto, os governadores do Nordeste arregimentavam mais adeptos e frustravam as ações do governo federal, um grupo grande de soldados da esquerda cuidariam de a todo momento atiçar o STf com acusações contra Bolsonaro e seus ministros.

O primeiro grupo – formado por 20 integrantes, conforme a PETIÇÃO nº 8.274, acusaram Bolsonaro e Moro de terem cometido crimes de proteger organização criminosa que seria formada por membros do PSL. O segundo grupo – formado por 22 integrantes, conforme a PETIÇÃO nº 8.275, acusam Bolsonaro e Moro de terem violado sigilo de investigação e impedido a PF de investigar suposta organização criminosa existente na agremiação partidária do Presidente da República.

Pela PETIÇÃO nº 8.307, tentaram impedir a nomeação de Paulo Guedes como ministro da economia, acusando-o de supostos crimes.

Pela PETIÇÃO n° 8.321, interpelaram Bolsonaro porque ele disse no Piauí: ‘vamos varrer o comunismo do Brasil’.

Pela PETIÇÃO nº 8.333, o PT interpelou Bolsonaro por este ter dito que “O PT botou no Brasil 10 mil fantasiados de médicos em locais pobres para fazer células de guerrilhas e doutrinação. Tanto é que quando eu cheguei, eles foram embora porque eu ia pegá-los”.

Pela PETIÇÃO nº 8.344, a Associação comunista TERRAZUL interpelo o presidente porque ele acusou as ONGs de estarem provocando desordem na Amazônia para culpar o governo federal.

Pela PETIÇÃO n° 8.436, o PDT interpela Bolsonaro por este ter dito que a PF estava sufocando o crime organizado, retirando o sustento dos partidos e grupos terroristas que compõem o Foro de SP.

PASME! Pela PETIÇÃO n° 8.485, os petistas acusam Bolsonaro de está envolvido na execução da vereadora Marielle Franco.

PASME DE NOVO!! Pela PETIÇÃO n° 8.497, A ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE IMPRENSA, para atender à Globo, também acusou Bolsonaro de ter atirado ou mandado atirar na vereadora.

MAIS ABSURDO! Pela PETIÇÃO Nº 8.740, Bolsonaro é acusado de ter no dia 15 de março de 2020, na Praça dos Três Poderes, se aproximado de várias pessoas, oportunidade em que, segundo os golpistas, teria cumprimentado e abraçado cidadãos. Com vergonha o STF mandou arquivar.

Pela PETIÇÃO nº 8.744, a mesma acusação de ter Bolsonaro abraçado cidadãos na Praça dos Três Poderes no dia 15 de março de 2020, insinuando que o presidente estaria infectando pessoas.

Pela PETIÇÃO nº 8.755, Bolsonaro é acusado de no dia 29 de março de 2020, ter saído do Palácio e realizado “longo passeio” por diversas cidades do Distrito Federal, com paradas no Sudoeste, Cruzeiro – Hospital das Forças Armadas –, e Ceilândia, com aglomeração de pessoas.

Pela PETIÇÃO n° 8.759, todos os partidos de esquerda acusam Bolsonaro de diversos crimes por, no dia 15 de março de 2020, na Praça dos Três Poderes, haver se aproximado de várias pessoas, cumprimentando-as e abraçando cidadãos, tirando fotos. E por ter dito “O Brasil não pode parar”.

AS TENTATIVAS ACIMA NÃO LOGRARAM ÊXITO. ENTÃO ARTICULARAM A PRÓXIMA ETAPA DO GOLPE APROVEITANDO A PANDEMIA DO CORONAVÍRUS PARA CHAFURDAR COM BOLSONARO COM APOIO DA GLOBO

VITÓRIA DO VÍRUS - Desta vez os golpistas conseguiram no STF bloquear Bolsonaro e impedir ações do Ministério da Saúde nos Estados e municípios. Entenda!!

Em 20 de março de 2020, Bolsonaro editou a Medida Provisória nº 926, para dispor sobre procedimentos para aquisição de bens, serviços e insumos destinados ao enfrentamento do Coronavírus, mantendo a ação conjunta União - Estados - Municípios.

Os golpistas foram ao STF pedindo autonomia máxima para estados e municípios. O que fez o STF?

Isolou Bolsonaro, deixando o Poder Executivo Federal um zero à esquerda no combate ao Coronavírus. Desarticulou todo planejamento federal e abriu brecha para a corrupção desenfreada que se contabiliza todos os dias.

O presidente não pode mais mandar em nada. Fica apenas mandando recursos para Estados e Municípios. Aí os governadores do tal Consórcio do golpe mais outros asseclas estão fazendo a festa, desviando os recursos de combate do Coronavírus e inventando estatísticas catastróficas para obter mais e mais recursos, decretando confinamentos desnecessários deixando o país terra arrasada economicamente, para depois da pandemia,  gritarem por soluções urgentes do governo federal e pedirem mais recursos para rapinarem.

Enquanto tudo relatado acima ocorre à luz do dia, os grupos designados pelos golpistas continuam seus ataques com a serventia do STF. Pela PETIÇÃO n° 8.775, acusam Bolsonaro de, em 2006 ter adquirido 2.831,38 litros de gasolina na campanha eleitoral para deputado às custas do Poder Legislativo. A Câmara dos Deputados informou à Agência Sportlight de Jornalismo Investigativo, que reembolsou somente R$ 266,46 à Bolsonaro. Ou seja, as cotas de combustíveis de Bolsonaro foram recusadas pela Câmara. Mesmo assim, os golpistas têm aceites no STF.

A SEGUNDA GRANDE FORÇA AOS GOLPISTAS VEIO DA MESMA VIA QUE ESCOLHERAM – O STF.

O golpe ganhou forças graças as prestezas de dois ministros do STF - Alexandre de Moraes e Celso de Mello. Acompanhe:

Pelo INQUÉRITO nº 4.831, o Ministro Celso de Melo aproveita um pedido da PGR para fazer uma devassa na Presidência da República, inclusive ameaçando conduzir debaixo de vara generais das forças armadas, mas de forma indireta querendo dizer que vai conduzir o presidente da República também debaixo de vara. Tudo porque, estranhamente, Sergio Moro sai do governo acusando Bolsonaro de estar cometendo crimes gravíssimos de interferência na PF e exigindo relatórios sigilosos.

Mas estranho é que, mesmo tendo externado opinião contra Bolsonaro, não se deu por impedido para conduzir o malsinado inquérito. Ele disse à Agência O Globo em 26/02/2020: “Bolsonaro não está à altura do cargo”. Ao contrário, atendeu pedido de “ilustres congressistas” e reduziu atos do inquérito de 60 para apenas 5 dias. O resultado está aí escancarado na imprensa e mídias sociais.

Paralelamente, os golpistas continuam a empreitada do golpe. Pelas PETIÇÕES n.º 8.792, 8.793, 8.795 E 8.796, acusam Bolsonaro de crime contra a Segurança Nacional, por participação em manifestação que critica o STF e o Congresso Nacional.

Pela PETIÇÃO n° 8.798, uma associação de advogados comunistas lança a infâmia e ofensiva acusação de que Bolsonaro está acometido de doenças mentais diversas para ridicularizá-lo e se esconderem dos cromes de injúria e difamação.

Pela PETIÇÃO nº 8.803, os golpistas acusam Bolsonaro de ter falsificado assinatura de Moro para demitir Diretor da PF para esconder supostos crimes dos filhos, inclusive de assassinato da vereadora Marielle Franco.

Todas essas petições são documentos sob a guarda e recebidos no STF.

Na opinião do blog, pelos fatos que se apresentam, na outra ponta do golpe está a Globo, Folha de São Paulo e demais setores da grande imprensa aparelhada pela esquerda nos seus mandatos. Essa grande imprensa está no papel de anarquizar o governo de Bolsonaro de todas as formas diuturnamente. Por isso, Bolsonaro tem reagido pregando peças na inimiga imprensa do atual governo.

E assim os cães dos descasos do Brasil estão acuando o presidente da república e seus ministros, achando que tudo isso ficará sem consequências, que nem imaginam, mas a história diz como acaba.

A decisão final será dos patriotas, do povo consciente, do povo de bem, de gente que se importa com o País. Não há conquista sem luta e no contexto das sociedades, vence quem fica de pé. Não tem mais volta, o Brasil iniciou uma nova fase na história. Quem sobreviver, que escreva o resulta de toda essa sanha para destruir um simples homem e um País.

terça-feira, 21 de abril de 2020

Golpistas enchem o STF de petições contra Bolsonaro. Tem até acusação que tossiu. Todas estão sendo negadas, como as PET 8740, PET 8746, PET 8749, PET 8753, PET 8755 e PET 8759


Pet 8791JAIR MESSIAS BOLSONARO0090451-84.2020.1.00.000020/04/2020EletrônicoPúblicoSim
Pet 8778JAIR MESSIAS BOLSONARO0090154-77.2020.1.00.000015/04/2020EletrônicoPúblicoSim
Pet 8775JAIR MESSIAS BOLSONARO0089940-86.2020.1.00.000013/04/2020EletrônicoPúblicoSim
Pet 8761JAIR MESSIAS BOLSONARO0089446-27.2020.1.00.000002/04/2020EletrônicoPúblicoSim
Pet 8759JAIR MESSIAS BOLSONARO0089304-23.2020.1.00.000001/04/2020EletrônicoPúblicoSim
Pet 8755JAIR MESSIAS BOLSONARO0089201-16.2020.1.00.000031/03/2020EletrônicoPúblicoSim
Pet 8753JAIR MESSIAS BOLSONARO0089086-92.2020.1.00.000030/03/2020EletrônicoPúblicoSim
Pet 8749JAIR MESSIAS BOLSONARO0088927-52.2020.1.00.000026/03/2020EletrônicoPúblicoSim
Pet 8746JAIR MESSIAS BOLSONARO0088806-24.2020.1.00.000025/03/2020EletrônicoPúblicoSim
Pet 8744JAIR MESSIAS BOLSONARO0088835-74.2020.1.00.000025/03/2020EletrônicoPúblicoSim
Pet 8740JAIR MESSIAS BOLSONARO0088636-52.2020.1.00.000023/03/2020EletrônicoPúblicoSim
Pet 8729JAIR MESSIAS BOLSONARO0087912-48.2020.1.00.000011/03/2020EletrônicoPúblicoSim
Pet 8623JAIR MESSIAS BOLSONARO0034462-30.2019.1.00.000005/12/2019EletrônicoPúblicoNão
Pet 8497JAIR MESSIAS BOLSONARO0032959-71.2019.1.00.000012/11/2019EletrônicoPúblicoNão
Pet 8485JAIR MESSIAS BOLSONARO0032615-90.2019.1.00.000005/11/2019EletrônicoPúblicoNão
Pet 8436JAIR MESSIAS BOLSONARO0031459-67.2019.1.00.000018/10/2019EletrônicoPúblicoSim
Pet 8352JAIR MESSIAS BOLSONARO0028105-34.2019.1.00.000028/08/2019EletrônicoPúblicoSim
Pet 8344JAIR MESSIAS BOLSONARO0027930-40.2019.1.00.000026/08/2019EletrônicoPúblicoNão
Pet 8333JAIR MESSIAS BOLSONARO0027684-44.2019.1.00.000020/08/2019EletrônicoPúblicoNão
Pet 8321JAIR MESSIAS BOLSONARO0027471-38.2019.1.00.000016/08/2019EletrônicoPúblicoNão


quinta-feira, 9 de abril de 2020

CARTA AO POVO: O Brasil precisa de uma desobediência civil para se ajeitar

Por Desobediência civil quero dizer sobre a manifestação do povo contra toda essa palhaçada de desordem na República Federativa do Brasil capitaneada pelo Congresso Nacional em conluio com membros do STF para atingirem seus interesses escusos de antes, hoje contrariados por um novo governo – que riscou da sua agenda as metas da corrupção e do pagamento de propinas que levava a dissimulação para povo de que os Poderes Executivo, Legislativo e Judiciário eram harmônicos.
Vamos aos fatos.

O Poder Executivo sempre foi as tetas onde mamavam o Legislativo, o Judiciário e a grande imprensa. No Legislativo a coisa era feita de forma descarada: O Executivo tinha que pagar propina para deputados e senadores aprovarem algum projeto de interesse da população – a propina era paga na forma de distribuição de cargos para parlamentares e outras formas de corrução – o que se tornou rotina nos governos que se sucediam  -  consolidando a cultura da corrupção no Brasil.

No Judiciário o esquema funciona de maneira mais fechada – é operado a partir dos Estados, de onde os governadores e presidentes dos tribunais negociam os interesses escusos de ambos. Daí vêm as sentenças favoráveis para atender os ingresses políticos dos que pagam – venda de sentenças. Quem não conhece o “tira e volta” de prefeitos, governadores e parlamentares no Brasil?

A grande imprensa ficou no papel da chantagem. Exige propinas para manipular as verdades, destruir reputações ou inventar Fake News contra quem contrariá-la.

Foi só o povo eleger um cidadão que ao chegar no Palácio do Planalto, pegou uma canta azul e escreveu: “Está revogado o pagamento de propinas para o Legislativo, para o Judiciário e para a grande imprensa” - pronto!! 

Os propineiros entraram em desespero – ameaçaram obstruir votações, cassaram vetos do novo presidente, deixaram medidas provisórias caducarem e nada de re$po$ta$ de Bolsonaro.

Então resolveram criar para si um orçamento próprio para terem livremente suas propinas, mas o povo foi pra rua em plena pandemia para impedir.
Agora só lhes restam o golpe de tirar o presidente de seus caminhos para voltarem como dantes no quartel de Abrantes.

O golpe está sendo construído com a participação de membros do Legislativo, do Judiciário, da grande imprensa, de governadores e prefeitos. E só há uma chance. Os golpistas estão aproveitando a deixa da pandemia do Coronavírus para aterrorizar a população com fake News e ataques diretos ao presidente da República, destruindo a economia para justificar o golpe.

Voltando à questão da desobediência civil, o povo que resolveu dar um basta à corrupção e ao pagamento de propinas entre os poderes da República, deve agora empreender uma escalada de desobediência civil, não para destruir as instituições democráticas, nem o governo, mas para fazer com que os ditos representantes do povo ajam de acordo com as reais necessidades da população.

Diante da situação do golpe que hora articulam, o pode deve reagir em ato de desobediência civil, assumindo as rédeas da situação e exercendo diretamente, nos termos da Constituição, o Todo o poder que emana do povo (Art. 1º, Parágrafo Único, da CF).

Competindo às As forças Armadas o dever constitucional de atender chamamento do povo para garantia da ordem, nos termos do artigo 142, da Constituição Federal.

A desobediência civil aqui delineada faz parte do Direito de Resistência do povo, assim como o Direito de Revolução para garantir a proteção da República federativa do Brasil, ora ameaçada de golpe por interesses escusos daqueles que ocupam o Poder Legislativo e o Poder Judiciários, bem como por atos de governadores corruptos.

Cabe ao povo afirma qual a cor da sua bandeira e os princípios que regem seu País.


sexta-feira, 3 de abril de 2015

Cuidado com o serviço de internet enganoso chamado de SPEEDNET TELECOM.

Cuidado! com o serviço de internet enganoso chamado de SPEEDNET TELECOM. Vendem pacotes de internet. Depois é só dor de cabeça. Não tem suporte 24 horas, nem 7 dias por semana. Pedimos providências à Anatel. Mais duas ações na próxima segunda, uma no PROCON e outra no Ministério Público para suspender esse serviço enganoso, que está lesando muita gente em São Luís. Até um casal de idoso está sendo vítima dessa gente.

Outras vítimas podem contactar com o blog. Chega de espertos fazerem os maranhenses de otários.