TODO PODER EMANA DO POVO

Acessos

Mostrando postagens com marcador Paula Azevedo. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador Paula Azevedo. Mostrar todas as postagens

terça-feira, 6 de julho de 2021

BOMBA!! TCE descobre R$ 6,9 Milhões em acréscimos ilegais em apenas dois contratos da Prefeitura de Paço do Lumiar - o MP foi acionado apurar os crimes e meter a quadrilha na cadeia

O presidente da Câmara, Fernando Muniz precisar dizer de que lado estar diante de tantas irregularidades e crimes de improbidades da Prefeita Paula Azevedo.

O Tribunal de Contas do Estado do Maranhão (TCE-MA) acatou representação de dois vereadores onde fazem e provam graves crimes de improbidade já praticados e outros em curso nos cofres da Prefeitura de Paço do Lumiar.

São acusados a prefeita Paula Azevedo; Arsênia Pereira de Sousa Medeiros Formiga (Secretária Municipal de Educação); Marcos Antônio Silva Pereira (ex-Secretário Municipal de Educação); Rômulo Nascimento Costa (sócio administrador da Empresa R N da Costa); Domingos Lopes Carvalho da Silva (representante legal, da Empresa Panorama Empreendimentos Serviços) e outros comparsas a serem arrolados no curso da investigação do Ministério Público.

O TCE-MA foi informado de uma verdadeira organização composta por servidores públicos, empresários e que são liderados pela atual prefeita que estão sistematicamente dilapidando o erário.

Os vereadores apontaram dezenas acréscimos ilegais em contratos das Secretarias de Educação e Saúde. Provaram acréscimos ilegais de serviços que variam de 55% e 355%, se apurando aí o montante de R$ 4,2 milhões gastos irregularmente ou desviados. Isto tudo somado a outros R$ 2, 7 milhões de acréscimos contratuais.
Pelo visto vem aí operação policial em Paço do Lumiar.

sexta-feira, 11 de junho de 2021

CRIME DE IMPROBIDADE À LUZ DO DIA EM PAÇO DO LUMIAR

Além de esconder  contratações públicas, a prefeita de Paço do Lumiar, Paula Azevedo, continua a interagir com crimes de improbidade à luz do dia.


Desta vez a gestora municipal procedeu uma contratação direta assessoria e consultoria em contabilidade no valor superfaturado de R$ 720 mil sem licitação, conforme o Processo nº 50/2021.


O STJ tem lavrado condenação de gestor que contrata serviços de assessoria tributária e contábil sem licitação, configurando a prática de improbidade administrativa causadora de violação aos princípios da administração pública, nos termos do art. 11, caput, da Lei n. 8.429/92.


Tudo porque “os serviços de assessoria tributária e contábil não são de natureza singular e que, portanto, não se enquadram no caso de inexigibilidade da licitação”.


A gestora, na cara dura, vem escondendo as contratações que faz.

No portal de transparência aparece as quantidades de contratos, mas não aparece a lista dos mesmos.

sábado, 15 de maio de 2021

BOMBA!!! descoberto pagamentos suspeitos em Paço do Lumiar da ordem de 😱 R$ 42.420.850,38 😱 para supostos contratados e comissionados em apenas 10 meses de 2020 - antes das eleições municipais

Chegou à redação deste blog mais um escândalo envolvendo esquemas de irregularidades e corrupção em alto grau na gestão da prefeita Paula Azevedo.

Desta vez, vazou um relatório de folha de pagamento da Prefeitura de Paço do Lumiar dos meses que antecederam as eleições municipais de 2020. O relatório mostra uma evolução desproporcional de Contratados e cargos comissionados - provavelmente para reforçar sua campanha eleitoral e de grupos a ela associados - revelando indícios gritantes de crimes improbidade e irregularidades administrativas em todas as secretarias municipais.

Pelo visto Paço do Lumiar, novamente, será destaque de mais um escândalo de corrupção de grandes proporções. Eis aí mais trabalho para o MP Estadual.

O blog, na próxima semana procurará o Presidente da Câmara para saber quais providências o Legislativo Municipal estará tomando como fiscal dos atos do Executivo Municipal, bem como zelo pelo Erário Público, que no caso de Paço do Lumiar está sendo dilapidado às vistas.
Na próxima postagem o relatório dos desvios por empresas e outros esquemas.  .... Aguarde!!

sexta-feira, 19 de março de 2021

R$ 10 milhões só em medicamentos - Paula da Pindoba rumo ao destino de Bia Venâncio - a Operação Aliens II (parasitas) vem aí!!

Uma pequena busca nos escondidos arquivos da Gestão da prefeita Paula Azevedo (a Paula da Pindoba), se descobre outros vírus ativos em Paço do Lumiar - a incompetência e indícios de corrupção que arrasam os cofres da prefeitura.

De uma tacada só a prefeita Paula registra que comprou R$ 10 milhões só em medicamentos. Depois, PASMEM!! gastou R$ 1.667.100,00 em álcool 70% em gel e líquido. Considerando o preço de um galão de 5 litros, Paula teria comprado aproximadamente 55 mil e 570 galões de álcool em gel.

Na Educação, Paula também entrou arrasando o erário - diz que gastou quase R$ 7 milhões em alimentação para alunos do município e outros mais de R$ 3 milhões em uniforme e serviços educacionais em plena pandemia - sem que tivesse havido aulas.
Todo o exposto acima não inclui contratados, folha de pagamentos, comissionados e outros esquemas.

A incompetência da Paula é tamanha que o serviços de urgência e emergência do SAMU foi desativado, e a pródiga prefeita ainda estar obrigada a devolver R$ 805.350,00 dos recursos que foram destinados ao SAMU por aplicação irregular.

Haja incompetência encima de uma só criatura.

Os vereadores eleitos vão fazer alguma coisa em relação a tantos desmandos com os recursos de Paço do Lumiar - ou já estão associados?
Paula teria comprado aproximadamente 55 mil e 570 galões de 5 litros de álcool em gel - aproximadamente 270.850 litros de álcool em gel.

domingo, 18 de outubro de 2020

Montagem e simulação de crimes para prejudicar candidatura adversária pode custar muito caro para apoiadores e para a candidata do PC do B em Paço do Lumiar

Candidatos, apoiadores, eleitores e imprensa em geral devem atentar para a severidade da nova legislação eleitoral com relação à denunciação caluniosa eleitoral - o que resulta em prisões de 2 a 8 anos (Art. 326-A, do Código Eleitoral).

Entretanto, em Paço do Lumiar, a campanha transcorre como se fosse “terra de ninguém”.

Fotografias foram montadas no  processo n° 0600272-71.2020.6.10.0093 pela assessoria da candidata Paula acusando seu adversário Fred Campos de estar praticando ilícitos eleitorais através de empresa que dirige, que estaria em inaugurações de obras executadas pela suposta empresa do candidato.

Em resposta os advogados do candidato Fred Campos, que sofreu denunciação caluniosa eleitoral, demonstraram os crimes perpetrados contra seu cliente e solicitam providencias penais, com base art. 25 da Lei Complementar 64/90 (que também tipifica como crime esse tipo de atitude).

Noutra acusação caluniosa, o candidato é acusado de estar envolvido em crime de vandalismo em asfalto sonrisal espalhado por ruas de Paço do Lumiar para fins eleitorais.

As eleições passam e pessoas envolvidas pelo calor da campanha ficarão respondendo processos criminais que resultarão em penas que variam de 2 a 8 anos de prisão e multas.


Lei 13.834/2019

Art. 326-A. Dar causa à instauração de investigação policial, de processo judicial, de investigação administrativa, de inquérito civil ou ação de improbidade administrativa, atribuindo a alguém a prática de crime ou ato infracional de que o sabe inocente, com finalidade eleitoral:

Pena – reclusão, de 2 (dois) a 8 (oito) anos, e multa.

§ 1º A pena é aumentada de sexta parte, se o agente se serve do anonimato ou de nome suposto.


Lei Complementar 64/90

Art. 25. Constitui crime eleitoral a arguição de inelegibilidade, ou a impugnação de registro de candidato feito por interferência do poder econômico, desvio ou abuso do poder de autoridade, deduzida de forma temerária ou de manifesta má-fé:

Pena: detenção de 6 (seis) meses a 2 (dois) anos, e multa de 20 (vinte) a 50 (cinquenta) vezes o valor do Bônus do Tesouro Nacional (BTN).