Todo o poder emana do povo

Acessos

Mostrando postagens com marcador #bolsonaro. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador #bolsonaro. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 9 de abril de 2021

Militante político do STF é desafiado pelo presidente da República

quinta-feira, 8 de abril de 2021

URGENTE!! OS TRÊS ATOS DA OPERAÇÃO CAOS VIA STF PARA CASSAR O PRESIDENTE BOLSONARO

1º ATO - INTIMIDAR OS CRISTÃO - se cumpriu hoje com a proibição de cultos e manifestação pública da fé cristã.

2º ATO - OBRIGAR O SENADO A ACUSAR O PRESIDENTE EM CPI - iniciado hoje - como os congressistas estão trocando votos para amenizar suas situações no Judiciário o momento é perfeito para se livrarem de seus crimes - CONFIRA.

3º ATO - AUTORIZAÇÃO DO STF PARA A ESQUERDA EMPREGAR A EXPRESSÃO "GENOCIDA" PARA SE REFERIS AO PRESIDENTE DA REPÚBLICA - CONFIRA.

4º ATO - DETERMINAR LOCKDOWN NACIONAL A PEDIDO DE ARRANJADAS SUPOSTAS ENTIDADES DE TRABALHORES - O pedido já está protocolado e noticiado no site do STF. - CONFIRA.

terça-feira, 6 de abril de 2021

URGENTE!!! VIROU PUTARIA: STF aceita protocolo e distribuição de ação para inimigos de Bolsonaro poderem caluniá-lo, difamá-lo ou ofender sua reputação chamando-o de GENOCIDA (assassino, facínora, homicida).

Trata-se do protocolo nº 0050235-47.2021.1.00.0000, distribuído ao ministro Gilmar Mendes e patrocinado pelo um tal de Felipe Mendonça (OAB/SP nº 221626), da sociedades de advogados Rebouças Aranha & Mendonça, localizada no bairro Monções, na cidade de São Paulo e outros não identificados na certidão do STF. O encabeçador dessa infame articulação não consta do cadastro nacional dos advogados. 

Na ação é pedido que o STF autorize cidadãos a se referirem ao Presidente da República como assassino! facínora! homicida! Genocida!. Para isto pedem que os órgãos de segurança da república e o o restante do judiciário sejam impedidos de reagir à tamanha infâmia.

AGORA PASMEM!!

Ao invés de recriminar a ação criminosa, Gilmar Mendes está é dando apoio à infame iniciativa dos inimigos de Bolsonaro. Gilmar Mendes mandou notificar o Ministro da Justiça, Comandante Geral da Polícia Militar do Distrito Federal e o Secretário da Polícia Civil do Rio de Janeiro, certamente para saber se estes estão impedindo cidadãos caluniar, difamar ou ofender reputação de Bolsonaro.

O malsinado Ministro Gilmar Mendes sabe que a atitude dos algozes de Bolsonaro estão querendo autorização do STF para cometerem os crimes do artigo 26 da Lei de Segurança Nacional, que diz ser crime caluniar ou difamar o Presidente da República, imputando-lhe fato definido como crime ou fato ofensivo à reputação, sob pena de 1 a 4 anos de prisão. Na mesma pena incorre quem, conhecendo o caráter ilícito da imputação, a propala ou divulga.

Que vergonha tem se revelado a Suprema Corte do País - se servindo de protocolo para a sustentação de atitudes bandidas. 


sábado, 23 de maio de 2020

EXCLUSIVO!! O placar das ameaças e a sugestão de Celso de Mello para a Câmara Cassar Bolsonaro

As ameaças do STF e a sugestão para cassar Bolsonaro estão no que Celso de Melo escreveu.
O Placar está o seguinte até o momento:
STF 5x 1 Planalto.

1ª Ameaça foi conduzir generais "debaixo de vara";

Na decisão que liberou o vídeo, no Inquérito nº 4831, o STF,  através de Celso de Mello fez três ameaças veladas ao presidente da República:

2ª Ameaça foi de Bolsonaro cair mortalmente num duelo com o STF - "O Senhor Presidente da República, certamente atento à lição histórica de Alexander Hamilton, ...apresentou ao STF, ... a gravação que lhe havia sido requisitada". A referência à Alexander Hamilton, é que este, num duelo com seu algoz Aaron Burr acabou ferido mortalmente. Celso de Mello fez uma ameaça ao estilo das letras. Se Bolsonaro não entregasse a gravação teria o destino de Alexander Hamilton, num duelo contra o STF (Confira a História);

3ª Ameaça foi de prisão do Bolsonaro - "o Senhor Presidente da República, seguramente consciente da lição de MARCO TÚLIO CÍCERO, para quem (“somos servos da lei, para que possamos ser livres”). O "possamos ser livres" já diz tudo;

4ª Ameaça foi de impeachment do Bolsonaro - "A desobediência a ordem ... pode gerar ... gravíssimas consequências ... (possibilidade de ‘impeachment’)"

5ª Ameaça foi de tomar na marra o celular do presidente da República. O fato foi um estardalhaço na imprensa comunista. Celso de Melo lançou a seguinte justificativa na sua sanha contra o presidente: "... quaisquer que possam ser as pessoas alegadamente envolvidas, ainda que se trate de alguém investido de autoridade na hierarquia da República, independentemente do Poder (Legislativo, Executivo ou Judiciário) a que tal agente se ache vinculado”, escreveu o ministro do STF."

1ª Ameaça do Planalto - partiu do general Heleno com este duro recado: "O Gabinete de Segurança Institucional da Presidência da República alerta as autoridades constituídas que tal atitude é uma evidente tentativa de comprometer a harmonia entre os poderes e poderá ter consequências imprevisíveis para a estabilidade nacional".

CELSO DE MELO APROVEITOU A DEIXA PARA INCENTIVAR A CÂMARA A CASSAR BOLSONARO - AS SUAS PALAVRAS SÃO CLARAS.

Também no no Inquérito nº 4831, Celso de Melo incentiva a Câmara a Cassar Bolsonaro: "... não se poderá sonegar a essa Augusta Casa legislativa o conhecimento integral do que se contém no Laudo 1242/2020-INC/DITEC/PF e em seus apêndices, para que os Senhores Deputados Federais, dispondo de plena ciência do que se passou na reunião ministerial de 22/04/2020, no Palácio do Planalto, possam deliberar, mediante juízo discricionário e político, sobre a outorga de autorização, ou não, a esta Corte Suprema, para processar e julgar, em sede originária, o Presidente da República (CF, art. 51, I, c/c o art. 86, “caput”), autorização essa que configura, sempre que se cuidar de supostas infrações penais de caráter funcional, como se verifica na espécie, ineliminável exigência de ordem constitucional", incentiva o malsinado ministro do STF.