TODO PODER EMANA DO POVO

Acessos

sexta-feira, 13 de agosto de 2021

PREPAREM-SE PARA O PIOR: STF eleva a sua jactância e já age à revelia da Procuradoria-Geral da República (PGR) para perseguir e prender


Desta vez o alvo de vingança e perseguição foi o presidente do PTB, ex-deputado Roberto Jefferson, que teve prisão preventiva decretada pelo Xerife do STF, Alexandre de Moraes.

De acordo com Alexandre de Moraes, o motivo da prisão seria porque o ex-deputado tem se manifestado, reiteradamente, por meio de postagens em redes sociais e em entrevistas concedidas, atacando integrantes de instituições públicas, desacreditando o processo eleitoral brasileiro, reforçando o discurso de polarização e de ódio; e gerando animosidade na sociedade brasileira, promovendo o descrédito dos poderes da República.

Sobre os exdruxulos motivos para prender o deputado o vingador do Supremo escondeu o real motivo (motivo político).

Aqui vai a crítica contudente deste blog sobre os argumentos da prisao do deputado e algumas perguntas que não querem calar:

1º Os inquéritos aludidos na peça articulada estão aí sendo utilizados para perseguição política, pois sesu assuntos são sempre alegações de que "fulano e sicrano estão criticando as instituições"; "fulano e sicrano estão ameaçando o Estado Democrático de Direito"; "fulano e sicrano estão desacreditando o processo eleitoral"; "fulano e sicrano fazem parte de uma organição de uma organização que ameaça ministros do STF e suas famílias; "fulano e sicrano formaram uma milícia digital"; "fulano e sicrano são apoiadores de Bolsonaro". Todos esses assuntos são oriundos de críticas políticas em razão dos ministros do STF terem se tornado verdadeiros militantes políticos.

Perguntas:

- Por que Vocês do STF estão denominando de "organização criminosa que tenta desestabilizar as instituições republicanas", aqueles que não concordam e omitem opinião contra sesu movimentos nitidamente reveladores de golpe contra um presidente legitimamente eleito?

- Será que a denominação de organização criminosa não está invertida?

Por que não expede mandado de prisão também para o Presidente Jair Bolsonaro? Se ele tem mostrado quão desacreditado é processo eleitoral que vocês conduz. Prendam o presidente, então! pois também é um crítico ferrenho e com razão dos atos de vocês - esses sim, atentatórios à democracia e distruidores do Estado Democrático de Direito.

- Quem está promovendo o descrédito dos poderes da República? Senão vocês!

- Quem vem interferindo nas ações do governo federal para desenvolver o País? Quem?

- Para que serve a Procuradoria-Geral da República (PGR) no contexto de Vocês aí do STF? Se Vocês instauram inquéritos, investigam e julgam!

- Para que serve a Procuradoria-Geral da República (PGR), se é aí no STF o QG dos inimigos de Bolsonário protocolar denuncias de falsos Crimes contra o presidente da República. Aí é delegacia ou Ministério Público, por acasso?

Um ministro daí disse que fazem aí para repercutir mais.

Aí é um tribunal ou um partido político? Se for muda a placa - Porque o STF previsto na Constituição Federal não tem nada a ver que vocês estão fazendo.

- Cometem tantos abusos porque não se tem a quem recorrer quando voces perseguem alguem?

Aguardamos respostas sem arrudeios ou estórias de que "a tapioca comeu o beju".

A prisão do ex-deputado Roberto Jefferson (PTB-RJ) foi tomada à revelia da , que se manifestou de forma contrária à detenção do ex-parlamentar.

O posicionamento da PGR foi contrário à prisão de Jefferson. A subprocuradora-geral da República, Lindôra Araújo, argumentou que o ex-deputado não tem foro por prerrogativa de função — o chamado foro privilegiado — e que o STF não era a instância adequada para a investigação.

Segundo A PGR, os fundamentos da prisão também não se justificavam, pois Jefferson não representaria ameaça às instituições democráticas, ao contrário do que avaliou o Xerife Moraes. Para a subprocuradora, os requisitos necessários para a prisão preventiva não estavam configurados.

Como um deus e determinado a perseguir o deputado de qualquer jeito, encaixou argumentos e mais argumentos para saciar sua jactância. Bastou alegar que o deputado por participa de grupos que atuam nas redes sociais supostamente para criticar as instituição democráticas.

Criticar as instituição democráticas é a maior garantia do Estado Democrátuico de Direito.

Se não pode mais criticar seja com que tom for, então estamos diante de um Estado de Exceção - merecendo a devida reação aos que, por subterfugios canalhas, usurpam do poder para garantir seus interesses escusos e lançar-se contra os que julgar um perigo para o que fazem.

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é bem vindo
Opine, comente, debata ...