Todo o poder emana do povo

Acessos

segunda-feira, 7 de junho de 2021

MUITO CUIDADO, CAPITÃO!!! OS ATAQUES ARTICULADOS SÃO PARA TE MATAR


São evidentes que elementos de dois poderes (STF e Congresso) estão associados na tarefa de dissimular situações e forjar fatos para barrar um presidente democraticamente eleito e as pessoas que o apoia. Veja como estar funcionando as sórdidas articulações dos perversos agentes públicos:

1 - CPMI da Fake News;
2 - Inquérito dos Atos Antidemocráticos;
3 - injúrias, difamações e calunias usando o protocolo do STF;
4 - CPI da Covid.

1 - CPMI da Fake News

Em 05/06/2019 comparsas da Câmara e do Senado articularam uma maneira de intimidar Bolsonaro e seus apoiadores acusaram a "a utilização de perfis falsos para influenciar os resultados das eleições 2018". E assim propuseram uma Comissão Parlamentar Mista de Inquérito do Congresso Nacional, denominada de CPMI da Fake News para concretizarem seus planos maléficos.

Iniciados os trabalhos para direciona acusações e ilações de que Bolsonaro foi eleito por Fake News. Os planos dos comparsas da Câmara e do Senado foram por água abaixo, pois a principal testemunha disse que Fake News foram patrocinadas pelo PT. 😂😂 Confira👇


2 - Inquérito dos Atos Antidemocráticos

O forjado Inquérito 4828, protocolado em 20/04/2020, é similar ao Ato Institucional 5 (AI-5), medida que levou ao período mais duro do regime militar.

Visa intimidar e acusar pessoas apoiadoras do presidente de estarem cometendo crime de propaganda de atos violentos para a subversão da ordem política e social - suposto crime contra a Segurança Nacional.

Agora a PGR, que também embarcou na narrativa pede o arquivamento do malsinado atentado contra as pessoas que apoiam o governo. argumenta a investigação extrapolou seus objetivos; que era restrita inicialmente a abril e maio, acabou por incluir "os seis primeiros meses de 2020 e todo o ano de 2019". "Ficou claro que houve "inovação, para não dizer descaracterização, da linha investigativa traçada", afirma a PGR.

3 - injúrias, difamações e calunias usando o protocolo do STF
 
O outro ataque é utilizar com a aquiescência do STF seu protocolo para injúrias, difamações e calunias ao presidente, com incentivo de seus ministros - que vez por outra se manifestam para destilar venenos contra o representante do país, democraticamente eleito, incentivando ataques a sua pessoa. 

Bolsonaro tem contra si mais de 100 acusações criminais articuladas junto ao STF via seu protocolo. São utilizadas pelos inimigos do presidente e pela imprensa que ele cortou as propinas, e por vingança querem destroçar a imagem de Bolsonaro perante à população. 

4 - CPI da Covid

Como os ataques anteriores não conseguiram destruir o presidente e seus aliados partiram para outro ataque - o de querer atribuir ao presidente todas as morte decorrentes da pandemia da causada pelo vírus produzido nos laboratórios da China, que teria sido vazado acidentalmente, contaminando o mundo.

Pois bem, os inimigos de Bolsonaro capitaneados pelos corrupto -mor do Brasil - Lula e integrantes da quadrilha formada por partidos comunistas - agruparam-se para publicizar as mais infames acusações contra o presidente e membros do governo sob os aplausos de ministros do STF e distorções da famigerada grande imprensa em crise de abstinência em razão das propinas cortadas.

Segue a sanha conspiratória contra o governo de Bolsonaro com o foco de matá-lo politicamente ou literalmente, como já tentaram para impedir sua eleição.

CUIDADO! MUITO CUIDADO, CAPITÃO!!!
Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é bem vindo
Opine, comente, debata ...