AQUI É O PORTAL DAS ELEIÇÕES 2020

Acessos

domingo, 5 de julho de 2020

ISTO É QUE É GENOCÍDIO!! As 4 linhas de ataques da esquerda comunista para chafurdar e anarquizar o governo de Bolsonaro e seus apoiadores

O INÍCIO DOS ATAQUES
Poucos meses após assumir, Bolsonaro e seus apoiadores passaram a ser monitorados pelas instituições aparelhadas nas eras PSDB e PT. Nota-se esse aparelhamento para patrulhamento ideológico, nas instituições públicas STF, Câmara dos Deputados e Senado Federal (Congresso). Outro setor bem aparelhado pelos governos anteriores para chafurdar e anarquizar a gestão conservadora do novo governo é o da chamada grande mídia, que se locupletava de propinas pagas pelos governos de PSDB e PT dissimularem notícias sobre seus governos.

Com o arsenal que instrumentalizara, a esquerda comunista articulou 4 (quatro) linhas de ataques a Bolsonaro e a seus apoiadores.

1ª Linha de ataque dos anárquicos comunistas
Usar o STF como canal de criação e dissimulação de fatos e como patrulhador ideológico da esquerda. E como estão operacionalizando isto?

Arregimentaram seus soldados e comparsas para transformarem o STF num cartório de fakes process (falsos processos). Toda semana, com anuência, o STF foi recebendo blocos e mais blocos de processos de fakes acusações criminais contra Bolsonaro, que já se somam 83 chafurdamentos e anarquias ao Poder Executivo, ora exercido por um conservador - fora os prejulgamentos e insinuações de ministros para rebaixar a autoridade do Presidente da República.

Depois o próprio STF adotou a estratégia, instaurando um inquérito com a máscara de fake news para prender, intimidar, fazer busca e apreensão em lares de pessoas de direita que vinham fazendo duras críticas à postura da corte suprema - que ora é considerada como um órgão de patrulhamento ideológico. 

2ª Linha de Ataques da esquerda
Consiste na articulação da maioria dos governadores para resistirem qualquer mudança para melhor no Brasil sob o argumento que isso sobe o ibope de Bolsonaro e dos conservadores. No Nordeste criaram um consórcio de governadores com esse propósito disfarçado de consórcio de desenvolvimento de políticas públicas. Esse governadores, associados com prefeitos pelo Brasil afora resolveram roubar os recursos de combate a pandemia - levando centenas de pessoas a morte por falta de atendimento adequado.

3ª Linha de Ataques da esquerda
A Câmara dos Deputados e Senado Federal, dominados pela esquerda em abstinência dos cargos e propinas que eram distribuídos para votarem matérias de interesse do governo, agem com os dentes cerrados de ódio de Bolsonaro e de seus apoiadores. Votam projetos e depois cassam vetos para chafurdar e anarquizar o governo e para impedir que o país se desenvolva. 

4ª Linha de Ataques da esquerda
Utilizar a pandemia do Coronavírus para derrubar o governo fazendo forte articulação com a grande mídia - revoltada com Bolsonaro que cortou suas propinas.
Primeira medida - pedir ao parceiro STF autonomia máxima para estados e municípios decidirem sobre o que quisessem no suposto combate à pandemia. Foi o que o STF fez.

A GRANDE MÍDIA FICOU ARTICULADA ASSIM:
O que for positivo - elogiar estados e municípios
As mortes - atribuir a falta de ações do governo Bolsonaro.

Descobriu-se que Cloroquina estava salvando vidas e Bolsonaro pediu para analisarem a possibilidade de distribuir para os contaminados do Brasil. O que fez a mídia?

Acusou o presidente de genocida. Enquanto isto, acobertados por essa mesma mídia, governadores e prefeitos estavam roubando na cara dura os recursos mandados pelo Bolsonaro - as pessoas morrendo por falta de atendimento.

ISTO É QUE É GENOCÍDIO!!
Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é bem vindo
Opine, comente, debata ...