TAMBÉM ESTAMOS NA NOVA REDE SOCIAL PARLER - VISITE-NOS

Acessos

sábado, 4 de julho de 2020

"Vão desligar os aparelhos", denuncia jovem antes de morrer de Covid-19. Na soma dos mortos tem muitos assassinatos

Um áudio enviado por Leandro Santos Azevedo, 19 anos, vítima da Covid-19 na terça-feira (30), tem intrigado a família. Antes de morrer, Leandro afirmava em um áudio enviado para a namorada dele, Talita Fernandes, ter ouvido os profissionais do Hospital de Campanha no Wet'n Wild, em Salvador, afirmarem que ele seria intubado e que, em seguida, os aparelhos seriam desligados. Confira o áudio abaixo. As informações são do portal Aratu Online. 

Segundo familiares do jovem, ele deu entrada na Unidade de Pronto Atendimento (UPA) da Avenida San Martin no último domingo (28), com os sintomas da doença. 
Em nota, a assessoria de comunicação da Secretaria Municipal de Saúde (SMS) informou que não houve erro ou negligência médica no atendimento a Leandro. Leia nota na íntegra:
A Secretaria Municipal da Saúde (SMS) informa que de acordo com o apurado junto à empresa Associação Saúde em Movimento (ASM), gestora do Hospital de Campanha do Wet’n Wild, não houve erro/negligência médica no atendimento ao paciente Leandro Santos Azevedo. Ainda segundo a ASM, devido a complicações do estado clínico do paciente, a equipe médica optou pela intubação do mesmo, uma vez que o tratamento com uso do respirador mecânico não estava surtindo efeito. Infelizmente, a piora clínica evoluiu rápido, apesar da utilização de toda estrutura assistencial disponível no leito de UTI da unidade. Ainda assim, uma equipe técnica da SMS responsável pela fiscalização das metas qualitativas dos atendimentos ofertados à população pelas empesas terceirizadas fará apuração dos fatos.
Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é bem vindo
Opine, comente, debata ...