27 de ago de 2018

SOLIDARIEDADE: Enquanto existir gente que gosta de gente haverá esperança

Hoje quero mostrar alguns atos de um cidadão que não conheço pessoalmente, mas seu trabalho chama atenção porque quando o estado se esconde para não acudir o moribundo ele se faz presente.

Trata-se do cidadão e ativista social, Maurício Miguel, presidente da ONG Instituto Cidadania Ativa.

Eis alguns fatos levantados pelo blog:

Quando o governador  Flávio Dino negou assistência a Márcio Rony, Maurício Miguel – decidiu dar assistência judicial para tentar garantir o auxílio do Estado ao caso (Confira ... ).

O descarregador de mercadorias Márcio Rony da Cruz Nunes, 37, pai de cinco filhos, mesmo com 75% do corpo queimado retirou de um ônibus incendiado três pessoas de uma família, dentre elas duas crianças.





 

Maurício Miguel não invoca pra si qualquer mérito desses seus atos. Apenas disse: Fazendo o que amo conhecendo o Maranhão ,sua gente ,sua terra, suas riquezas e sua gente.