Todo o poder emana do povo

Acessos

domingo, 5 de junho de 2016

MPF DESFAZ ARMAÇÃO COMUNISTA NO MARANHÃO.

O comunista do PCdoB no Maranhão, comandado por Flávio Dino, usando a polícia do Estado armou situações para perseguir inimigos políticos ligados aos Sarney. O alvo principal dos comunistas capitaneados por Dino foi o ex-secretário de Saúde Ricardo Murad.

Murad ensaiou ser candidato a prefeito de São Luís nas eleições 2016, o que desesperou os comunista. O gestão trator de Ricardo causa pavor nos dinistas, pois tem fácil acesso às massas populares de São Luís. Ricardo Murad precisava ser barrado. Daí veio a armação para incluir seu nome nas irregularidades encontradas na SES, colocando ele como um chefe de organização criminosa sem as provas para isto. 

A armação consistiu em três objetivos:

1 - desmoralizar Ricardo Murad;

2 - desmontar o sistema de Saúde, que estava funcionando muito bem e, 

3 - Incluir seu nome no rol dos acusados e arranjar uma prisão para ele.

Os dois primeiros objetivos foram, alcançados por Flávio Dino. A imprensa paga por ele tratou de desgraçar com a vida de Ricardo Murad sem provas. as manchetes eram muitas.

www.oimparcial.com.br/_.../183186-policia-federal-realiza-busca-e-apreensao-na-resi...


17 de nov de 2015 - Ricardo Murad foi conduzido hoje pela Polícia Federal, onde prestará ... prestadora de serviços à SES, também estava entre os presos.


Blog do Gilberto Lima: Ricardo Murad está 'preso' em São Luís ...


gilbertolimajornalista.blogspot.com/2015/.../ricardo-murad-esta-preso-em-sao-luis.ht...




19 de nov de 2015 - O ex-secretário de Saúde, Ricardo Murad, acusado de comandar uma organização criminosa que teria desviado mais de R$ 1 bilhão da SES, ...


Sérgio Matias: Polícia Federal prende Ricardo Murad


www.blogdosergiomatias.com.br/2015/11/policia-federal-prende-ricardo-murad.html




17 de nov de 2015 - Ele acaba de ser preso em sua residência que fica localizada no bairro do ...Ricardo Murad é cunhado da ex-governadora Roseana Sarney.

Após três negativas da justiça federal em prender Ricardo Murad, o Ministério Público Federal desfez a armação comunista.

Ao analisar as investigações, o Ministério Público Federal não teve provas para incluir o nome de ricardo Murad. Segundo o procurador da República, Régis Richael Primo da Silva, os nomes que não foram denunciados é porque não encontrou “elementos suficientes para acusá-los”. Ou seja: Murad é inocente e armação oi desfeita.

A final ficou constatado que os institutos ICN e Bem Viver superfaturaram preços para gerenciar hospitais, UPAs e fazer a lavagem de dinheiro, sem que Murad tenha tido conhecimento de nada. Isto significa dizer que as investigações da Polícia Federal que incriminaram o ex-secretário de Saúde como o chefe da quadrilha, estavam equivocadas.

Se a PF fizer agora a mesma investigação na Secretaria de Saúde do Estado, sairá comunistas presos aos montes. Basta começar com uma atenta leitura do edital que contratou institutos para gerenciar a Saúde do Estado, que está péssima.

Que Ricardo Murad não é um santo, todos sabem. Mas, se alguém quiser ver coisa do satanás observa a atual gestão dos comunistas.

ESCUTA DA PF REVELOU A VORACIDADE DOS COMUNISTAS.

No documento, a PF fala sobre uma interceptação telefônica entre um funcionário da Secretaria de Saúde do governo comunista e um dos donos do Instituto Cidadania e Natureza (ICN), médico Inácio Guará – falecido neste mês.

No trecho do relatório diz que “na conversa [o funcionário do Governo Dino] pede para que seja realizada a contratação de Clenildo Bezerra, em Coroatá e de Tatiana como coordenadora de enfermagem”.

Clenildo é simplesmente o vice-presidente do PCdoB da cidade de Coroatá, partido do governador Flávio Dino.


“Verifica-se que antes mesmo de sair o edital de licitação o investigado já tinha dados sigilosos sobre do processo de licitação, inclusive que seria dividida em grupos e já sabiam quais hospitais iriam administrar, tais como Hospital Geral. O resultado da licitação da SES MA foi divulgado no dia 14/04/2015 e a ICN foi vencedora de dois contratos orçados em R$ 98.700,00 e R$ 113.820.000,00 respectivamente”, diz o relatório da Polícia Federal.

Os Peixes flaviodinistas são mais gulosos que os Sarneyistas.


sábado, 4 de junho de 2016

ABSURDO!! Ministério Público ensina policiais a morrerem sem reagir.

Ensinando aos policiais como morrer na rua sem responder nenhum processo
Assistam ao Vídeo principalmente quem estiver com o intestino preso , isso é laxante em palavras de uma desgraçada sem função na vida porra !!!!!!!!

Este é o Ministério Público ensinando aos policiais como morrer na rua sem responder nenhum processo!! Parabéns digníssima promotora!! Esse Brasil será que tem jeito ainda?

Fonte: https://homemculto.com/

Edivaldo Holanda Junior é uma mãe para os empresários de ônibus. Veja porque....

Por meio de uma licitação engendrada para beneficiar as atuais empresas de ônibus, que já operam pessimamente na Capital, o prefeito Edivaldo Holanda ainda deu um grande presente para os empresários deste setor.

Edivaldo está fazendo concessão pública, entregando o serviço de transportes coletivos, inclusive os terminais de entregação para os empresários tomarem de conta e fazerem o que bem quiserem. Para isto eles tem que pagar para a prefeitura os seguintes valores, segundo o edital da licitação:

"O VALOR MÍNIMO DE OUTORGA a ser consignado nas PROPOSTAS COMERCIAIS será de:

Para o LOTE I: R$2.704.910,00 (dois milhões, setecentos e quatro mil, novecentos e dez reais);

Para o LOTE II: R$1.507.141,00 (um milhão, quinhentos e sete mil, cento e quarenta e um reais);

Para o LOTE III:R$1.333.373,00 (um milhão, trezentos e trinta e três mil, trezentos e setenta e três reais);

Para o LOTE IV: R$1.353.001,00 (um milhão, trezentos e cinquenta e três mil e um reais).

agora veja o presente que Edivaldo Holanda Junior deu para os empresários de ônibus:

Segundo o item 14.1.1.2, do Edital da prefeitura, as empresas de Ônibus vão pagar somente 20% (vinte por cento) do valor da concessão no ato de assinatura do contrato. Os outros 80% (oitenta por cento) serão pagos ao longo do restante da CONCESSÃO, que é de 20 (vinte) anos.

É ou não é um presentão do prefeito para essa gente que vive de explorar a sofrida população ludovicense com um péssimo serviço de trasportes coletivo.

Tal Estado, Tal capital.

sexta-feira, 3 de junho de 2016

Tudo como dantes no quartel de Abrantes: As mesmas empresa, os mesmos esquemas vão continuar nos transportes coletivos de São Luís.

Sai resultado da Licitação do Transporte em São Luís…                                                              Por Marco D'Eça.

Os quatro lotes foram vencidos por empresas já estabelecidas em São Luís; apenas o lote 3 terá novas empresas, mas  formada por empresários que já operam o sistema 

15h20 – A Comissão de Licitação da Prefeitura de São Luís divulgou nesta sexta-feira, 3, o resultado da licitação para o setor de transporte coletivo promovido pela gestão do prefeito Edivaldo Júnior (PDT).
Vão operar o novo sistema empresas já tradicionais no setor na capital maranhense.
Foram quatro lotes em disputa, que ficou formado da seguinte maneira:
Lote 1 : Ratrans e Taguatur
Lote 2: 1001 Expresso e Rei de França;
Lote 3: Autoviária Matos, Viper Transportes, Viação Abreu, Patrol, Viação Aroeiras e Planeta;
Lote 4: Viação Primor.
Para assinar o contrato, as empresas têm agora que cumprir as exigências do Edital, como compra de ônibus novos no prazo estabelecido, quantidade de veículos articulados e com ar-condicionado.
agora falo eu. 

denunciamos nesta quinta-feira (02) que a licitação realizada pela SMTT permite que as empresas ganhadoras usem ônibus velhos de 10 e 12 anos de uso. 

Já os agentes da prefeitura metem para a população e dizem que serão ônibus novos.

O edital aprovado pelo prefeito Edivaldo Holanda Junior, no item 1.3.1.1. permite que as empresas que ganharam a licitação, que são as mesmas que aí estão, coloquem em circulação ônibus velhos com 10 e 12 anos de uso (CLICK E CONFIRA...).

Mostramos que a prefeitura de Porto Alegre realizou recentemente licitação para concessão dos transportes coletivos e no item 1.2 do Anexo III do Edital de licitação de lá, a idade média da frota de cada empresa será de 5 (cinco) anos e a vida útil máxima do veículo na frota será de 10 anos (CLICK E CONFIRA...). 

ENGANARAM A POPULAÇÃO USUÁRIA DOS TRANSPORTES COLETIVOS DE SÃO LUIS NA MAIOR CARA DE PAU.

É tudo como dantes no quartel de Abrantes: As mesmas empresa, os mesmos esquemas vão continuar nos transportes coletivos de São Luís.

quinta-feira, 2 de junho de 2016

Juízes de Varas de Execuções Penais realizam livramento condicional

Os juízes da 1ª e 2ª Vara de Execuções Penais, respectivamente Ana Maria Dias Vieira e Fernando Mendonça, em iniciativa conjunta com o Conselho Penitenciário Estadual, realizaram solenidade de livramento condicional de presos, na segunda-feira (30/5) e na terça-feira (31/5), no Centro Administrativo do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA). Representantes do Núcleo de Monitoramento Carcerário do Tribunal de Justiça, Ministério Público e Defensoria Pública participaram do evento.

BOMBA!! CONCESSÃO DOS TRANSPORTES COLETIVOS EM SÃO LUÍS PERMITE USO DE ÔNIBUS VELHOS DE 10 E 12 ANOS.

A CONCORRÊNCIA PÚBLICA 004/2016, que está sendo realizada pela SMTT permite que as empresas ganhadoras usem ônibus velhos. Aí tem esquema!!

O edital aprovado pelo prefeito Edivaldo Holanda Junior, no item 1.3.1.1. permite que as empresas que venham a ganhar a licitação coloquem em circulação ônibus velhos com 10 e 12 anos de uso (CLICK E CONFIRA...).

Diferentemente da esculhambação que é em São Luís, a prefeitura de Porto Alegre realizou recente licitação para concessão dos transportes coletivos e no item 1.2 do Anexo III do Edital, a idade média da frota de cada empresa será de 5 (cinco) anos e a vida útil máxima do veículo na frota será de 10 anos (CLICK E CONFIRA...).


Tem mais... aguarde.....

quarta-feira, 1 de junho de 2016

Juiz determina que Assembleia Legislativa apresente folha de pagamento, readeque Portal da Transparência e recadastre servidores. Veja a decisão na íntegra.

O juiz Douglas Martins, titular da Vara de Interesses Difusos e Coletivos, determinou ao Estado do Maranhão por meio da Assembleia Legislativa do Estado a adequação do Portal da Transparência ao que prevê a Lei de Responsabilidade Fiscal. Na decisão liminar, proferida na tarde desta quarta-feira (1º), a Assembleia deverá apresentar em juízo a relação com o nome de todos os servidores e deputados estaduais daquele Poder com a respectiva remuneração e demais vantagens recebidas.
A Ação Civil Pública proposta pelo Ministério Público (MPMA) é baseada no Parecer Técnico n.º 113/2016–AT, constante de procedimento administrativo que aponta a inexistência de informações sobre procedimentos licitatórios, contratos e resultados destes; relatórios resumidos da execução orçamentária e prestações de contas com os devidos pareceres técnicos; e ausência de informações suficientes que possam indicar a criação do Serviço de Informação ao Cidadão, entre outras irregularidades.
O magistrado Douglas Martins, antes de proferir a decisão, deu prazo para o Estado do Maranhão apresentar informações. Em resposta, alegou impossibilidade de atendimento dos pedidos formulados pelo Ministério Público em razão dos altos custos de implantação de um portal da transparência nos moldes adotados pela Câmara dos Deputados. O Estado do Maranhão se defendeu, ainda, informando que os pedidos seriam baseados apenas em supostas denúncias veiculadas na imprensa sobre “funcionários fantasmas”, violando dessa forma, a separação dos Poderes. Alegou, ao final, que todos os atos que envolvem orçamento e finanças são publicados no Diário Oficial.
Na decisão o juiz Douglas Martins invocou o artigo 37 da Constituição Federal, reafirmando o dever do Estado com a publicidade e a moralidade na Administração Pública. Discorre o magistrado no documento ...“A regra, na Administração Pública, é a mais absoluta transparência naquilo que envolve a aplicação de recursos públicos, desde o financiamento das mais vultosas obras e aquisição de produtos de alto valor, até o pagamento de uma diária a um servidor público”.
O Estado do Maranhão, por meio da Assembleia Legislativa do Estado, deverá no prazo de 30 dias, sanar as deficiências apontadas pelo MPMA, adequando o Portal da Transparência nos moldes do utilizado pela Câmara dos Deputados e adaptar o Serviço de Acesso às Informações Públicas ao Cidadão. 
A Justiça determinou também, no prazo de 05 dias, a juntada no processo, da relação de todos os deputados estaduais e servidores ( efetivos, comissionados, contratados e requisitados) com indicação de cargo, remuneração e lotação. A Assembleia Legislativa terá o prazo de 90 dias para realizar recadastramento de todos os servidores do órgão.
O texto da matéria é de Márcio Rodrigo, da Assessoria de Comunicação da Corregedoria Geral da Justiça do Maranhão

ÍNTEGRA DA DECISÃO