Todo o poder emana do povo

Acessos

Mostrando postagens com marcador liberdade de expressão. Mostrar todas as postagens
Mostrando postagens com marcador liberdade de expressão. Mostrar todas as postagens

sexta-feira, 19 de fevereiro de 2021

Sr. Ministro! As instituições só não são criticadas nos países onde impera a ditadura dessas instituições contra a liberdade de expressão - prisões e ameaças para calar um povo livre nunca funcionaram - causou foi mais revoltas e desfechos impublicáveis

Em entrevista à Folha de S. Paulo, o presidente do desacreditado STF, Luiz Fux comentou que "Não se pode viver num país em que pessoas usufruam da liberdade de expressão para atacar as instituições, a democracia, os valores morais da nossa Constituição”. "Se o STF não tivesse tomado nenhuma providência, manifestações piores adviriam", disse.

Fique o ministro que aqui não é a Coreia do Norte, Arábia Saudita, Irã, China, Cuba e nem a Venezuela, países em que críticas contra as instituições rende prisões como estar fazendo o STF, cuja credibilidade é de fazer vergonha.

Com a investida do STF contra o direito de expressão do emocionado deputado, "manifestações piores" advirão.

Pode anotar - prisões e ameaças como medidas para calar um povo livre nunca funcionaram em lugar algum - causou foi mais revoltas e desfechos impublicáveis - basta uma pequena olhada nos anais da História.  

domingo, 21 de agosto de 2011

OS GAYS E AS AUTORIDADES SIMPATIZANTES QUEREM O IMPOSSÍVEL: proibir a pregação e citação da BÍBLIA, pois, toda ela é contrária a imoralidade e perversão sexual.


Ontem (20/08/11), o Jornal Folha de São Paulo noticiou que o juiz da 6ª Vara Cível de Ribeirão Preto (313 km de SP) mandou retirar o seguinte outdoor com citações literalmente Bíblicas:

As autoridades brasileiras estão brincando com esta situação. Isso está apontando para um conflito mais sério em futuro próximo. Os evangélicos são pregadores da não violência, mas fiquem avisados! Eles não cedem um milímetro quando se trata de abolir ou proibir qualquer texto da Bíblia.

A tendência pró-gay do juiz que tomou a decisão de retirada do outdoor foi tamanha que o mesmo se esqueceu de observar a Constituição Federal:

Artigo 5º, inciso IV: "É livre a manifestação do pensamento, sendo vedado o anonimato".

- Artigo 5º, inciso VI: "É inviolável a liberdade de consciência e de crença, sendo assegurado o livre exercício dos cultos religiosos e garantida, na forma da lei, a proteção aos locais de culto e suas liturgias".

O Guardião da Constituição Federal, o STF já decidiu:
Liberdade de expressão existe para proteger as manifestações que incomodam agentes públicos e privados, capazes de provocar reflexões”. (Marco Aurélio – Min. Do STF).

“o Estado não tem o direito de proibir o exercício do livre pensamento, um pressuposto garantido na Constituição Federal”. “Nada se revela mais nocivo e perigoso que a pretensão do estado de proibir a livre manifestação. O pensamento deve ser livre, sempre livre, permanentemente livre, disse. - O princípio majoritário não pode legitimar (...) a supressão, a frustração, a aniquilação de direitos fundamentais, como o livre exercício do direito de reunião e da liberdade de expressão, sob pena de descaracterização da própria essência que qualifica o Estado Democrático de Direito”. (Celso de Mello – Min. Do STF).

O mapa de um grande conflito está sendo desenhado sob o incentivo das autoridades destes pais, do Executivo, do Legislativo e de parte do Judiciário. Os fatos estão se acumulando.

O autor deste blog não tem a menor repulsa quanto a pessoa dos gays, mas sou contra seu o comportamento homossexual e o reprovarei como manifestação de pensamento sem agressões físicas ou incentivo delas. Não podemos aceitar com passividade a decadência moral sem dizermos nada enquanto a sociedade vai sucumbindo atolada na imoralidade oriunda dos instintos sexuais pervertidos.

O próximo a reivindicar o respeito pelo seu comportamento é o dos pedófilos. Já se ouve alguns dizerem: Tadinhos, é a opção sexual deles gostarem fazer sexo com criancinhas, tem que se respeitados!. È isso que se estar assistindo. Também o MLM - Movimento Pela Legalização da Maconha reivindica seu suposto direito de legalização da droga.

A continuar este estado de coisas, teremos conflitos parecidos com os da Irlanda do norte (onde católicos e protestantes se matam até hoje) e em breve teremos um país de pervertidos e drogados, que somados à corrupção resultará na decadência moral total é isto que estão querendo para nossa gente, para nossos filhos, para nosso país.

O movimento gay não tem nenhum compromisso ético-moral. O exemplo é as chamadas paradas gays, onde se ver eles anarquizando, debochando e banalizando os valores morais ainda existentes, externando suas infâmias com nudez total e gestos obscenos, demonstrando que a intenção não é só supostamente defender suas opções imorais, mas de externá-la publicamente para arrebanhar crianças, adolescentes, jovens e por fim famílias inteiras, estimulando-os a tais práticas.

Apesar de tudo isso, deve prevalecer a manifestação de pensamento, de crítica, sem, contudo permitir a prática de intolerância seja de que lado for. Pois, a intolerância gera conflitos grave.

Quanto a deixar de citar ou expor testos da Bíblia Sagrada, os evangélicos jamais irão ceder, seja sob a ameaça de pseuda-justiça decisão judicial, seja sob a mira de armas das forças militares do Estado. A Bíblia para os evangélicos é regra de fé, prática e vida. Foi assim desde o principio e continuará sendo, pois  impérios, reinos e tiranos apagar a pregação da Bíblia, jamais conseguiram. Ela permanece para sempre é assim que crer os cristãos de todo mundo.