Acessos

quarta-feira, 30 de janeiro de 2019

O líder e os comparsas comunistas da Venezuela estão saqueando as riquezas do país antes de tirarem pra fora

Do R7, por Giovanna Orlando
Avião russo estaria carregado com 20 toneladas de ouro da VenezuelaAeronave de companhia aérea que não opera no país foi visto em aeroporto de Caracas, porém não se sabe destino do carregamento de R$ 3,1 bilhões
Avião russo é visto em aeroporto de Caracas

Avião russo é visto em aeroporto de Caracas

REUTERS/Andres Martinez Casares 29.01.2019
Cerca de 20 toneladas em barras de ouro do Banco Central da Venezuela estariam sendo levadas, por um avião russo, na terça-feira (29), segundo o canal norte-americano Fox News.
Com valor estimado em US$ 840 milhões (cerca de R$ 3,1 bilhões de reais), não se sabe o destino do metal, mas ele corresponde a 20% de todo ouro da Venezuela, contou uma fonte à Bloomberg.
A informação foi divulgada por meio do Twitter de um legislador venezuelano chamado Jose Guerra. Ele não informou como tomou conhecimento do valor e do peso do ouro, tampouco que ele seria levado por um avião russo, mas Guerra é registrado na rede social como um economista do Banco Central do país e tem conexão com os funcionários do local.
Durante a noite, a conta “Noticias Venezuela” postou na rede social uma foto de um avião da companhia Nordwind Airlines, que pousou, vindo de Moscou, apenas com a tripulação.
O ministro das Finanças da Venezuela, Simon Zerpa, não quis comentar sobre o ouro quando questionado pela Bloomberg e negou que havia um avião russo no aeroporto Simon Bolivar, em Caracas. Procurado tanto pela Bloomberg quanto pela Fox News, a companhia aérea Nordwind Airlines não respondeu às solicitações de entrevista.
Esse não é o primeiro avião russo visto no aeroporto venezuelano nesta semana. Uma aeronave foi flagrada na segunda-feira (28) se dirigindo a Caracas, segundo registros de voos.
Segundo a agência Reuters, existe uma especulação de que o avião está estacionado em alguma área particular do aeroporto e que essa foi a primeira vez que ele fez essa viagem.
Existem teorias da conspiração que garantem que mercenários russos, contratados para fazer parte da segurança pessoal de Nicolás Maduro, estavam a bordo, mas a história foi desmentida pelo Kremlin.
Pelo Twitter, o voo da Nordwind Airlines foi acompanhado de perto por alguns usuários. Segundo um deles, a aeronave contava com a presença de duas tripulações. Esse usuário também ressaltou que a companhia não opera na Venezuela, logo, o voo era especial.
A Rússia e a Venezuela são aliadas e o país europeu declarou apoio ao presidente Nicolás Maduro. Porém, o país latino passa por uma série crise política e econômica — o que poderia motivar uma ajuda financeira de Putin. A aliança entre as duas nações também tem interesse comercial, já que a Venezuela tem um dos territórios mais ricos em petróleo no mundo.