quinta-feira, 17 de janeiro de 2019

O CADE deve ser acionado para barrar o monopólio do MATEUS

Ostentando a posição de ofertar quase todos produtos/serviços na linha de supermercado no Maranhão, o MATEUS eliminou a concorrência com incentivos do governo do Estado e não tem mais com quem competir. Estabelece o preço que bem entende de seus produtos.

Nesta quinta-feira (17) sei proprietário citou parte do tamanho da ostentação - citou um faturamento de R$ 7 bilhões (7.000.000.000,00) em 2017 – com crescimento de 150% em cinco anos. Tudo isso sem abertura de capital da empresa.

Enquanto isso, o consumidor maranhense é obrigado a pagar pelos caros produtos do MATEUS, pois não há como adquirir produtos/serviços diversificados.

Não havendo concorrência à altura, o MATEUS estoura no lucro e vende em grandes volumes. Com menos de meia dúzia de concorrentes que juntando todas não chega nem perto do tamanho do MATEUS.

OUTRA CONTRA O CONSUMIDOR

Com seu Cartão o Mateus parcela a compra sem juros e concede até 40 dias
Com outro Cartão só leva se pagar à vista
Para obrigar o consumidor a adquirir seu Cartão de Crédito, o MATEUS nega conceder os benefícios para outras bandeiras que concede para quem tem seu Cartão. Com outro cartão o pagamento é integral, não importa de quanto seja a compra. 

O nome de tudo isso É MONOPÓLIO

O que está faltando para o CADE – Conselho Administrativo de Defesa Econômica agir diante desse evidente monopólio.