26 de jun de 2018

MP do MA está baixando a guarda


ESTREITAS RELAÇÕES COM A ASSEMBLEIA LEGISLATIVA E SEUS AGENTES

O Ministério Público do Maranhão estreou nesta segunda-feira (25), na TV Assembleia, um programa que divulgará campanhas institucionais de combate à corrupção, expansão do Grupo de Atuação Especial de Combate às Organizações Criminosas (Gaeco), dentre outros assuntos.

Veja o objetivo por parte do legislativo: O diretor de Comunicação da Assembleia Legislativa, jornalista Edwin Jinkings, frisou que o objetivo da parceria é estreitar as relações e reforçar a harmonia entre a Alema e o MP.

O MP do MA já recebeu até prêmios por ser efetivo, mas agora parecer se render aos encantos comunista.

ESTREITAS RELAÇÕES COM O GOVERNADOR E SEUS AGENTES

Ao invés de apurar inúmeras denúncias de desvio de recursos públicos por agentes do Estado; ao invés de fiscalizar o cumprimento da lei para impedir esquemas de corrupção no Estado, o MP trás desesperança para os Maranhenses ao distribuir medalhas e honrarias aos representantes dos poderes sob suspeita.

O Papel do Ministério Público no Combate à Corrupção seria uma boa leitura para o MP do Maranhão, que tem atuado firmemente em cima de prefeitos e ex-prefeitos de cidadezinhas, mas mostra-se letárgico (sonolento) para com as denúncias de desvios na Capital e nos órgãos do Estado. Preferem as tais estreitas relações, que sempre resultam só numa coisa: VISTA GROSSA para os descasos em razão das estreitas amizades.

“Conhece-te a ti e ao teu inimigo e, em cem batalhas que sejam, nunca correrás perigo. Quando te conheces mas desconheces o teu inimigo, as tuas hipóteses de perder ou ganhar são iguais. Se te desconheces e ao teu inimigo também, é certo que, em qualquer batalha, correrás perigo.” Sun Tzu, “A Arte da Guerra”. China, Império do Meio: 500 A.C.

Essa proximidade camarada do MP do MA com os chefes do Executivo e do Legislativo (conhecidamente como praticantes de atos irregulares), representa uma insegurança para a sociedade maranhense. Veja porque AQUIAQUIAQUI e AQUI.

Fica a dica. Ainda há tempo.