sábado, 30 de junho de 2018

FAKE NEWS E CONTRAINFORMAÇÃO: Duas práticas utilizadas pelos comunistas no Maranhão


As Fakes News são usadas para detonar os adversários do líder comunista.

A Contrainformação é usada para desacreditar as denúncias comprovadas de corrupção no governo. Agentes comunistas espalhados em todo o Estado ficam de plantão orientados a dizer que as verdades divulgadas são mentiras.... Perfis falsos nas redes sociais também são utilizados para esse propósito.

Vamos aos fatos....

FAKES NEWS PRODUZIDOS POR PAUS-MANDADOS COMUNISTAS

FAKE NEWS 1
14 de jun de 2018 - Com a proximidade das eleições, o clã Sarney decidiu utilizar uma tática vil para prejudicar o governador Flávio Dino. Até as eleições, eles ...

FAKE NEWS 2
Roseana ameaça processar quem publicar fotos dela com o presidente golpista Michel Temer (MDB)
24 de mai de 2018 - A ex-governadora Roseana Sarney (MDB), quem diria, com ... Roseana quer impedir que a imprensa mostre ao público que ela tem o apoio ...

FAKE NEWS 3

ROSEANA SARNEY TENTA BLOQUEAR OBRAS DAPONTE CENTRAL-BEQUIMÃO

https://www.brasil247.com/pt/247/maranhao247/359048/Roseana-Sarney-tenta-bloquear-obras-da-ponte-Central-Bequim%C3%A3o.htm
21 de jun de 2018 - Depois de usar aliados para impedir a passagem da estrutura da ponte ... Roseana Sarney tenta bloquear obras da ponte Central-Bequimão. Depois de .... Lula não quer prisão domiciliar, mas a liberdade que tem direito ...

E assim vai.....

CONTRAINFORMAÇÃO DESCARADA

Foi denunciado com provas o episódio noticiado abaixo. Mas, os comunistas atacaram com contra informações para encobrir a verdade.

20 de abr de 2018 - A Polícia do governo Flávio Dino (PC do B) – candidato à reeleição no ... ordem expressa aos batalhões militares para monitorar opositores ...
https://atual7.com/.../policia-politica-monitora-liderancas-da-oposicao-a-flavio-dino-e...
20 de abr de 2018 - Polícia política monitora lideranças da oposição a Dino em cada município ... a agir como política política e monitorem opositores ao governo estadual, ... que comanda a SSP/MA, é filiado ao PCdoB, partido de Flávio Dino.
https://g1.globo.com/.../partidos-repudiam-documento-do-governo-sobre-monitorame...
20 de abr de 2018 - ... do Maranhão deveria monitorar adversários políticos do governo do ... que o governo Flávio Dino tenta intimidar seus opositores políticos".
https://noticias.uol.com.br/.../governo-do-ma-diz-que-vai-abrir-investigacao-e-exoner...
20 de abr de 2018 - Nesta quinta (19), a Polícia Militar do governo Flávio Dino (PC do B), ... paramonitorar opositores políticos durante as eleições de 2018.
https://www.oantagonista.com/.../pm-da-ordem-para-identificar-adversarios-de-flavio-...
20 de abr de 2018 - A Polícia Militar do comunista Flávio Dino (PCdoB), governador do ... uma ordem expressa aos batalhões para monitorar opositores políticos.

sexta-feira, 29 de junho de 2018

Contribuição Sindical Obrigatória - o fim de uma era que levou o movimento sindical ao aniquilamento


Instituída pela Constituição de 1937, a Contribuição Sindical Obrigatória foi denominada de imposto sindical em 1940.

Nesta sexta-feira (29), após a reforma trabalhista, o plenário do Supremo Tribunal Federal (STF), julgou constitucional o fim da  Contribuição Sindical Obrigatória.

Sob a garantia do "imposto sindical", líderes sindicais vendidos (pelegos), associados aos esquemas do PT e PCs da vida decretaram a morte dos sindicatos no Brasil quando abriram suas portas para projetos de poder de dirigentes políticos descompromissados com a causa trabalhadora.

Taí no que deu a sanha dos dirigentes sindicais pelegos - contribuíram para a formação da ORCRIM (organização criminosa) que quase deixa os cofres do país sem nenhum tostão. O chefe da Orcrim está preso, mas doido para sair e repetir a desgraça.

Pelego é o termo que designa os representantes de classes sindicais que fazem o jogo do governo e das classes patronais.

Não se fala mais em manifestações. Por que?

A classe trabalhadora não acredita mais em seus representantes, que aproveitam essa condição para mergulharem nos esquemas do governo e dos patrões e se darem bem.

Com isto os trabalhadores mendigam por melhores condições e trabalho e de salários.

Assis Ribeiro em Comentários ao post "A questão da atuação dos sindicatos", diz:

O enfraquecimento de organizações populares como sindicatos, associações e similares foi algo muito bem arquitetado, pensado, e induzido de forma consciente pelo "mainstream" a fim de enfraquecer o debate entre o capital e o trabalhador possibilitando uma total hegemonia do primeiro em relação ao segundo, com isso formando a sociedade atual denominada de "pensamento único".

Foi a massificação dos ensinamentos "do que é melhor" que contribuiu para que a sociedade se tornasse pragmática e dessa forma fugisse de qualquer debate de diversidade ideológica que toque à reformas estruturantes do modelo.

De forma que todos aqueles que pensam de forma diferente do que foi traçado são denominados de radicais, de extremistas, de forma pejorativa de sonhadores ou "polianas". Abaixo segue um artigo que tenta alertar sobre o conformismo do pensamento pragmático atual.

UTOPIA E PRAGMATISMO
Em sentido amplo, a utopia pode ser entendida como tudo o que ainda não foi tentado. A importância da utopia é a de mover segmentos da população que estão insatisfeitos e não comprometidos com a ordem existente, por isso ela é essencial na democracia. A utopia é uma condição “sine qua non” do homem como ser, que deseja, que busca a superação, a transcendência, os sonhos.

Ao contrário, o pragmatismo tão propalado nesta sociedade pós – moderna comporta imensos riscos. Ser pragmático é, em miúdas palavras, ser prático ou seguir uma praxe estabelecida. Desta forma, ao exercer esse princípio corremos o risco da apatia, da adaptação, ou, se preferirem, do conformismo. Este conformismo está expresso quando concordamos com o que está posto, quando passamos a acreditar que não existem alternativas no jogo político, por exemplo.

Segundo Mannheim: “A desaparição da utopia ocasiona um estado de coisas estático em que o próprio homem se transforma em coisa. Iríamos, então, nos defrontar com o maior paradoxo imaginável, ou seja o do homem que, tendo alcançado o mais alto grau de domínio racional da existência, se vê deixado sem nenhum ideal, tornando-se um mero produto de impulsos. (...) o homem perderia, com o abandono das utopias, a vontade de plasmar a história e, com ela, a capacidade de compreendê-la”

Este “estado de coisas estático” é percebido quando ouvimos as pessoas afirmarem que "não gostam de política", ou quando observamos a cristalização de um conjunto de noções anti-políticas no senso comum. Esta expressão de tendências indica fenômenos bem mais amplos do que a simples "desinformação".

Ao sufocar a utopia e enaltecer o pragmatismo, o mundo pós - moderno estabeleceu mecanismos de reprodução sistêmica e tornou - se autômato, colocando em risco a própria democracia. Este pragmatismo cria sociedades marcadamente burocratizadas com instituições políticas rigorosamente fora de controle social o quê, por seu turno, é fonte propositiva de irregularidades, de desvios, de crimes, e da violência.

No campo político o pragmatismo e a sua busca por resultados imediatos tende a subordinar a concepção da ética. A ética não deve ser reduzida como a esfera específica onde se disputam posições; não deve ser limitada aos interesses em jogo.

Compete à sociedade introduzir a perspectiva da universalização que ultrapasse os antagonismos da busca pelo poder e supere a sua dispersão da ética. Compete à sociedade afirmar aquilo que ela deve ser para além de suas fraturas.

Os defensores da ordem vigente procuram desqualificar e até mesmo ridicularizar os contestadores utopistas. Com o tempo, muitos destes se rendem ao discurso “realista”. As necessidades políticas para a aquisição e manutenção do poder levam à prática de atitudes antes criticadas, mas agora legitimadas pelo “pragmatismo”.

É muito comum a crítica ao “utopismo” dos outros, sendo que o crítico coloca-se na posição do “realista”. Nesses casos, a crítica tende a ser pejorativa, ou mesmo feita com certa condescendência. De qualquer forma, o objetivo é caracterizar o outro como “irrealista”, “sonhador”, etc. Como escreve Mannheim:

“Os representantes de uma ordem dada irão rotular de utópicas todas as concepções de existência que do seu ponto-de-vista jamais poderão, por princípio, se realizar. De acordo com esta utilização, a conotação contemporânea do termo “utópico” é predominantemente a de uma ideia em princípio irrealizável. (...)Não obstante, os homens cujos pensamentos e sentimentos se acham vinculados a uma ordem de existência na qual detêm uma posição definida, manifestarão sempre a tendência a designar de absolutamente utópicas todas as ideias que tenham se mostrado irrealizáveis apenas no quadro da ordem em que eles próprios vivem.”. 

Portanto, é imprescindível que a população não perca o seu poder de fiscalização, de controle, e de busca por uma sociedade mais justa e mais ética, ou como diz Mannheim:

“Com efeito, quanto mais ativamente um partido em ascensão colabora em uma coalizão parlamentar, tanto mais abandona seus impulsos utópicos originais e, com eles, sua perspectiva ampla, tanto mais seu poder para transformar a sociedade tenderá a ser absorvido por seus interesses em detalhes isolados e concretos. (...)”.

EXPLOSÃO DE SHOW: 4 de agosto no Parque Folclórico da Vila Palmeira - Arrocha Gigante com Pablo, Léo Magalhães e outros

O Parque Folclórico da Vila Palmeira vai ficar pequeno para o Arrocha Gigante com Pablo, Léo Magalhães, Alex & Camargo e os Clones do Brasil.

INGRESSOS À VENDA NA BATUQUE BRASIL E NA CHOPERIA MARCELO NO HORÁRIO COMERCIAL.

Os piores Deputados Federais do Maranhão e o pior dos piores

Link para detalhes de Julião Amin | Link para detalhes de Rubens Pereira

Link para detalhes de Weverton Rocha | Link para detalhes de Zé Carlos

Link para detalhes de Junior Marreca


O pior dos piores

Juiz eleitoral rejeita ataque comunista contra blogueiro

UM ataque de censura perpetrado pelo PC do B contra o blogueiro Luis Pablo foi impedido pela Justiça Eleitoral. 

Em postagem no seu blog, Pablo mostrou “COMPRA” DESCARADA DE APOIO POLÍTICO" realizada por Flávio Dino para obter apoio político do prefeito de Caxias. Confira o link da postagem - https://luispablo.com.br/politica/2018/06/escandalo-eleitoral-flavio-dino-usa-recursos-da-saude-para-garantir-apoio/.

O PC do B de Flávio Dino fez feroz ataque jurídico contra o blogueiro para censura-lo.

O que decidiu o juiz eleitoral Eduardo Moreira nesta quinta-feira (28) nos autos do Processo nº 0600078-30.2018.6.10.0000:

"... num juízo preliminar como este não consigo vislumbrar a divulgação de fake news nos presentes autos.

Finalmente, quanto à assertiva de que o atual Prefeito da Cidade de Caxias, Sr. FÁBIO GENTIL, seria adversário político em eleições pretéritas e aliado na próxima eleição geral do Governador FLÁVIO DINO, penso que também ela se encontra acobertada pelo direito constitucional à liberdade de expressão, na forma dos artigos 5º, inciso IX , e 220, caput, todos da CF/88. 

Demais disso, hoje já é público e notório que o Prefeito Municipal de Caxias declarou apoio à reeleição do Governador do Estado - o que é perfeitamente comum no jogo político -, de sorte aqui também não se pode sequer cogitar de divulgação de notícia falsa.

Dito isto, convém salientar a jurisprudência do TSE, nas palavras do eminente Ministro TARCÍSIO VIEIRA DE CARVALHO NETO segundo o qual "as críticas a adversários políticos, mesmo que veementes, fazem parte do jogo democrático, de modo que a intervenção da Justiça Eleitoral somente deve ocorrer quando há ofensa à honra ou divulgação de fatos sabidamente inverídicos"(Recurso Especial Eleitoral nº. 4051, Acórdão, Relator(a) Min. Tarcisio Vieira De Carvalho Neto, Publicação: DJE - Diário de justiça eletrônico, Data 07/12/2017).

Assim, estando ausente o requisito da probabilidade do direito invocado (fumus boni iuris), ao menos nesta seara liminar, prejudicada a análise do segundo requisito, o perigo de dano ou risco ao resultado útil do processo (periculum in mora).

Ante o exposto, INDEFIRO a tutela de urgência liminar requerida, por entender ausente a probabilidade do direito invocado" .

EXCLUSIVO!!! Esquema criminoso no SOCORRÃO 1 – Sete crimes detectados


A partir de uma relação criada pelo governador do Maranhão (do PCdoB) com dirigentes do DEM com vistas às eleições 2018, empresas vinculadas à família do deputado estadual Stenio Resende, do deputado federal Juscelino Filho e de sua mulher, passaram a receber contratos milionários da Secretaria de Saúde do Estado.

Na gestão de Edivaldo Holanda Junior não é diferente. A contratação e manutenção da empresa DIO - Diagnóstico por Imagem e Oftalmologia Ltda, pertencente a mulher do deputado federal Juscelino Filho, Lia Cavalcanti Fialho Rezende, para suposta prestação serviços no Socorrão 1 (Hospital Municipal Djalma Marques - HMDM) é um dos casos.

O ESQUEMA NO SOCORRÃO 1 (HOSPITAL MUNICIPAL DJALMA MARQUES)

Vamos aos fatos passo-a-passo....

- Em 30/09/2016 o Diretor Geral do Socorrão 1 autorizou abertura do Processo administrativo nº 180.58483/2016 para Contratação de empresa especializada em serviços de radiodiagnósticos médicos por imagem nas modalidades de radiologia convencional; tomografia computadorizada e ultrassonografia; incluído cessão de uso e manutenção preventiva e corretiva de equipamentos de radiologia convencional, tomografia computadorizada e ultrassonografia para Hospital Municipal Djalma Marques-HMDM.

- Já em janeiro de 2017 a empresa dos Resendes, DIO - Diagnóstico por Imagem e Oftalmologia Ltda consta como beneficiária de um Contrato por Dispensa de Licitação para os serviços que deveriam ser licitados. Um estranho registro de janeiro de 2017 prever a realização de exames pela a referida empresa em setembro/2017. A suposta transparência da Prefeitura de São Luís esconde e impede acesso aos contratos, tanto no seu site como no TCE-MA.

- Em março de 2017 a DIO foi contemplada com o primeiro pagamento por supostos serviços – Processo nº 14137/2017 no valor de R$ 291.984,82 por supostos Serviços De Radiologia E Diagnostica Por Imagem.


- A partir daí o processo licitatório aberto quatro meses depois tem indícios de que não passou de simulação e dissimulação para cumprir os “acertos” políticos com os resendes. Os atos praticados de setembro de 2016 a março de 2018 apontam para o que se afirma. A empresa agraciada com a contratação irregular teve empenhado o valor de R$ 4.704.168,40 e já embolsou R$ 3.773.329,26, conforme planilhas abaixo.

COMO OPEROU A SIMULAÇÃO E DISSIMULAÇÃO

- O Processo administrativo referenciado acima, de 30/09/2016, só foi enviado para a CPL quatro meses depois (em 30/01/2017). Na CPL foi que a simulação e a dissimulação operaram.

-  Oito meses depois de manobras, adiamentos e suspensões para atrasar a licitação em claro benefício da já contratada DIO com o  mesmo objeto da simulada licitação, a CPL faz a abertura da licitação no dia 23 de setembro de 2017. Apresentaram propostas a empresa dos resendes DIO - DIAGNÓSTICO POR IMAGEM E OFTALMOLOGIA LTDA, CNPJ 23.145.764/0001-70 e a empresa DATAIMAGEM SERVIÇOS MÉDICOS LTDA – ME; CNPJ: nº 05.054.620/0001-27. A licitação foi realizada na modalidade Pregão Presencial, do tipo menor preço global e maior percentual de desconto.

- A DIO apresentou proposta com 2% de desconto, que dava o valor mensal de R$ 218.691,39; a DATAIMAGEM ofereceu desconto de 10%, resultando num valor mensal de R$ 200.839,02.

- Já desclassificada, a DIO alegou que a proposta da sua concorrente era inexequível sem demonstrar qualquer prova, requerendo que fosse desclassificada a DATAIMAGEM. Esta empresa apresentou planilha de custos comprovando que sua proposal era exequivel.  

- Mesmo desclassificada a DIO manobrou a CPL com três impugnações sem legalidade nenhuma. Não tendo como manter a farsa que esse processo denota, a CPL depois de mais três meses de adiamentos resolve finalmente marca o prosseguimento da licitação para 12/12/2017.

- SURPRESA!! No horário marcado, a pregoeira não compareceu. Apenas foi determinado que um funcionário da CPL entregasse um aviso de mais uma suspensão. Desta vez a manobra foi inventar que constasse no edital a fonte de despesa. Falha articulada para ganhar tempo em prol da contratada DIO – é o que se conclui do Processo administrativo nº 180.58483/2016 sob análise.

- Contando com a “proteção” da Direção do HMDM, a protegida DIO obteve a anulação da licitação no dia 12/01/2018 para ficar livre e solta abarcando recursos da Saúde.

- A concorrente DATAIMAGEM (em 09/02/2018) resolveu então impetrar Mandado de Segurança para proteger seus direitos, apontando ainda a prática de crimes previstos na Lei de Licitações e improbidade administrativa. Tão logo tomou conhecimento da ação, a CPL reconsiderou (em 02/03/2018) a decisão anulatória e determinou o prosseguimento da licitação. MAS AS MANOBRAS DO ESQUEMA CRIMINOSO NÃO PARARAM POR AÍ.

- Desta vez a manobra sobe para a hierarquia superior – Na Secretaria Municipal de Saúde de São Luís, que inventa uma suposta falha no termo de referência – todo parte da simulação e dissimulação para beneficiar a DIO (já contratada). Na SEMUS, embasados em falhas propositais, decidem pela “anulação do certame licitatório” em 06/03/2018.

10º - Em 12/04/2018 a Diretora Geral do Socorrão 1 deu por ANULADO todo o processo licitatório, determinando a instauração de “novo processo licitatório com mesmo objeto e correções apontadas”. Desses atos a empresa prejudicada impetrou um mandado de Segurança que tramita em caráter de urgência na 6ª Vara da Fazenda Pública da Capital - 28/06/2018 17:36:21 - Conclusos para decisão.

CONCLUSÕES FINAIS SOBRE O ESQUEMA CRIMINOSO

O objetivo com as manobras e tentativas de anulação do certame se mostra claro no sentido de beneficiar a empresa  DIO - Diagnóstico por Imagem e Oftalmologia Ltda, que mesmo tendo proposta desclassificada tem vinculo mantido com o ente municipal Socorrão 1 na prestação de supostos serviços, já que não trabalha em regime de urgência e emergência, nem mantém médico especialista em radiodiagnóstico, pelo período de 24 horas.

Dos autos do processo, o blog chegou à conclusão que a Secretaria de Saúde, por seu gestor, em conivência com a direção do Socorrão 1 e da CPL, agiram em conjunto para beneficiar uma das concorrentes no PREGÃO PRESENCIAL Nº 034/2017. E como não conseguiram o anularam, mas mantendo o contrato ilegal com a empresa DIO - Diagnóstico por Imagem e Oftalmologia Ltda.

Se detecta no rol de atos e omissões dos gestores municipais diversos crimes de licitação capitulados na Lei 8.666/93 e improbidade administrativa:

- Crime de Dispensa ou inexigibilidade ilegais de licitação (Art.89) - Pena - detenção, de 3 (três) a 5 (cinco) anos, e multa;

- Crime de Frustrar ou fraudar competição em licitação (art. 90) - Pena de detenção, de 2 (dois) a 4 (quatro) anos, e multa;

- Crime de Patrocínio de interesse privado (art. 91) - pena de detenção, de 06 (seis) meses a 02 (dois) anos, e multa;

- Crime de Atentar contra ato do procedimento licitatório (art. 93) - pena de detenção, de 06 (seis) meses a 02 (dois) anos, e multa;

- Crime de Afastar ou tentar afastar licitante por meios ilegais (art. 95) - pena de detenção que varia de 02(dois) a 04(quatro) anos;

- Crime de Fraude à licitação (art. 96) - Pena - detenção, de 3 (três) a 6 (seis) anos, e multa;

- Crime de improbidade administrativa que causa prejuízo ao erário (Art. 10,  inciso VIII, da Lei Nº 8.429 ) – Pena de perda da função pública, suspensão dos direitos políticos de 5 a 8 anos, pagamento de multa de até 2 vezes o valor do dano.

A Dio - Diagnóstico Por Imagem E Oftal. Ltda, CNPJ 23.145.764/0001-70 já embolsou R$ 3.773.329,26 sem licitação. Desse valor, R$ 2.908.026,15 são recursos do Sistema Único de SaúdeSUS, cuja investigação cabe ao Ministério Público Federal (MPF).

EM 2017
Contrato
Modalidade
Processo
Objeto
Valor Empenhado
Valor Liquidado
Valor Pago
-
Dispensa
14137/2017
Referente A Serviços De Radiologia E Diagnostica Po Imagem Prestados Nesta Unidade Hospitalar Mes De Fevereiro/2017-Indenizatorio
0
209.671,20
0,00
/2017
Dispensa
14137/2017
Referente A Serviços De Radiologia E Diagnostica Po Imagem Prestados Nesta Unidade Hospitalar Mes De Fevereiro/2017-Indenizatorio
209671,2
0,00
0,00
-
Dispensa
18934/2017
Referente A Serviços De Tomografias Raio X Ultrassonografia Mes De Março/2017
0
236.043,40
0,00
/2017
Dispensa
18934/2017
Referente A Serviços De Tomografias Raio X Ultrassonografia Mes De Março/2017
236043,4
0,00
0,00
-
Dispensa
24486/2017
Referente A Serviços Medicos Em Radiologia Para Pacientes Desta Unidade Hospitalar Mes De Abril/2017-Indenizatorio
0
265.037,92
0,00
/2017
Dispensa
24486/2017
Referente A Serviços Medicos Em Radiologia Para Pacientes Desta Unidade Hospitalar Mes De Abril/2017-Indenizatorio
265037,92
0,00
0,00
-
Dispensa
29983/2017
Ref. Prestação De Serviços De Tomografia Ultra-Sonografia E Raio-X Referente Ao Mês De Maio/2017.
0
268.663,39
0,00
/2017
Dispensa
29983/2017
Ref. Prestação De Serviços De Tomografia Ultra-Sonografia E Raio-X Referente Ao Mês De Maio/2017.
268663,39
0,00
0,00
-
Dispensa
36882/2017
Referente A Serviços De Radiologia Em Pacientes Desta Unidade Hospitalar Mes De Junho/2017-Indenizatorio
0
293.420,91
0,00
36882/2017
Dispensa
36882/2017
Referente A Serviços De Radiologia Em Pacientes Desta Unidade Hospitalar Mes De Junho/2017-Indenizatorio
293420,91
0,00
0,00
-
Dispensa
44670/2017
Referente A Serviços Medicos Em Radiologia E Diagnostica Por Imagem Mes De Julho/2017-Indenizatorio
0
285.678,21
0,00
44670/2017
Dispensa
44670/2017
Referente A Serviços Medicos Em Radiologia E Diagnostica Por Imagem Mes De Julho/2017-Indenizatorio
285678,21
0,00
0,00
-
Dispensa
50585/2017
Referente A Serviços Medicos Em Radiologia Mes De Agosto/2017-Indenizatorio
0
286.203,99
0,00
50585/2017
Dispensa
50585/2017
Referente A Serviços Medicos Em Radiologia Mes De Agosto/2017-Indenizatorio
286203,99
0,00
0,00
-
Dispensa
53551/2017
Referente A Exames De Imageologia Em Tomografia E Ultra Sonografia E Raios-X Nesta Unidade Hospitalar No Mês De Setembro/17 - Indenizatório
0
583.969,64
0,00
/2017
Dispensa
53551/2017
Referente A Exames De Imageologia Em Tomografia E Ultra Sonografia E Raios-X Nesta Unidade Hospitalar No Mês De Setembro/17 - Indenizatório
583969,64
0,00
0,00
Total Geral
2.428.708,66
2.428.708,66
2.136.723,84

EM 2018
Contrato
Modalidade
Processo
Objeto
Valor Empenhado
Valor Liquidado
Valor Pago
-
Dispensa
-
Referente A Serviços De Diversos Em Imagem Em Pacientes Desta Unid.Hospitalar Janeiro/2018-Indenizatorio
0
340271,87
0
-
Dispensa
10139/2018
Referente A Serviços De Imagem Diversos Mes De Janeiro/2018-Indenizatorio
0
0
0
-
Dispensa
20040/2018
Referente A Serviços Medicos Em Radiologia E Diagnostico Por Imagem Prestados Nesta Unidade Hospitalar Mes De Fevereiro/2018
0
287319,09
0
-
Dispensa
37776/2018
Referente A Serviços De Radiologia E Diagnostica Por Imagem Mes De Março/2018-Indenizatorio
0
332964,99
0
-
Dispensa
37779/2018
Referente A Serviços Medicos De Radiologia Diagnostico Por Imagem Mes De Abril/2018-Indenizatorio
0
305889,33
0
-
Dispensa
58991/2017
Referente A Serviços Prestados Em Raio-X Mes De Outubro/2017-Indenizatorio
0
330822,81
0
-
Dispensa
66329/2017
Referente A Serviços Prestados Em Raio X Pacientes Desta Unidade Hospitalar Mes De Novembro/2017-Indenizatorio
0
341893,39
0
-
Dispensa
6911/2018
Referente A Serviços Em Tomografia E Raios -X Mes De Dezembro/2017-Indenizatorio
0
0
0
-
-
-
-
0
0
1.636.605,42
10139/2018
Dispensa
-
Referente A Serviços De Diversos Em Imagem Em Pacientes Desta Unid.Hospitalar Janeiro/2018-Indenizatorio
340271,87
0

10139/2018
Dispensa
10139/2018
Referente A Serviços De Imagem Diversos Mes De Janeiro/2018-Indenizatorio
0
0
0
20040/2018
Dispensa
20040/2018
Referente A Serviços Medicos Em Radiologia E Diagnostico Por Imagem Prestados Nesta Unidade Hospitalar Mes De Fevereiro/2018
287319,09
0
0
37776/2018
Dispensa
37776/2018
Referente A Serviços De Radiologia E Diagnostica Por Imagem Mes De Março/2018-Indenizatorio
332964,99
0
0
37779/2018
Dispensa
37779/2018
Referente A Serviços Medicos De Radiologia Diagnostico Por Imagem Mes De Abril/2018-Indenizatorio
305889,33
0
0
58991/2017
Dispensa
58991/2017
Referente A Serviços Prestados Em Raio-X Mes De Outubro/2017-Indenizatorio
330822,81
0
0
66329/2017
Dispensa
66329/2017
Referente A Serviços Prestados Em Raio X Pacientes Desta Unidade Hospitalar Mes De Novembro/2017-Indenizatorio
341893,39
0
0
6911/2017
Dispensa
6911/2018
Referente A Serviços Em Tomografia E Raios -X Mes De Dezembro/2017-Indenizatorio
336298,26
0
0
Total Geral
2.275.459,74
2.275.459,74
1.636.605,42

A SEQUÊNCIA DE ATOS DO ESQUEMA – CLIQUE NOS ATOS QUE VOCÊ TERÁ UMA SURPRESA DE INTRANSPARÊNCIA NA PREFEITURA DE SÃO LUÍS NA CARA DO MINISTÉRIO PÚBLICO.

PREGÃO PRESENCIAL Nº 034/2017
Publicação no Diário Oficial: 27/03/2017
Processo Administrativo Nº 180-58.483/2016 - HMDM
Adiada
Abertura
Segunda-feira, 10 de abril de 2017 às 14h30min
Local
Central Permanente de Licitação da Prefeitura de São Luís - MA.
ADIADA ATÉ ULTERIOR DELIBERAÇÃO
Objeto
Contratação de empresa especializada em serviços de radiodiagnósticos médicos por imagem nas modalidades de radiologia convencional; tomografia computadorizada e ultrassonografia; incluído cessão de uso e manutenção preventiva e corretiva de equipamentos de radiologia convencional, tomografia computadorizada e ultrassonografia para Hospital Municipal Djalma Marques-HMDM.




PREGÃO PRESENCIAL Nº 034/2017 REPUBLICAÇÃO
Publicação no Diário Oficial: 24/07/2017
Processo Administrativo Nº 180-58.483/2016 - HMDM
Suspensa
Abertura
Segunda-feira, 7 de agosto de 2017 às 14h30min
Local
Central Permanente de Licitação - CPL
SUSPENSA ATÉ ULTERIOR DELIBERAÇÃO
Objeto
contratação de empresa especializada em serviços de radiodiagnósticos médicos por imagem nas modalidades de radiologia convencional; tomografia computadorizada e ultrassonografia; incluído cessão de uso e manutenção preventiva e corretiva de equipamentos de radiologia convencional, tomografia computadorizada e ultrassonografia para Hospital Municipal Djalma Marques-HMDM





PREGÃO PRESENCIAL Nº 034/2017 SEGUNDA REPUBLICAÇÃO
Publicação no Diário Oficial: 28/09/2017
Processo Administrativo Nº 180-58.483/2016 - HMDM
Suspensa
Abertura
Terça-feira, 10 de outubro de 2017 às 14h30min
Local
Central Permanente de Licitação da Prefeitura de São Luís - MA.
SUSPENSA ATÉ ULTERIOR DELIBERAÇÃO.
Objeto
Contratação de empresa especializada em serviços de radiodiagnósticos médicos por imagem nas modalidades de radiologia convencional; tomografia computadorizada e ultrassonografia; incluído cessão de uso e manutenção preventiva e corretiva de equipamentos de radiologia convencional, tomografia computadorizada e ultrassonografia para Hospital Municipal Djalma Marques-HMDM.





PREGÃO PRESENCIAL Nº 034/2017 TERCEIRA REPUBLICAÇÃO
Publicação no Diário Oficial: 16/10/2017
Processo Administrativo Nº 180-58.483/2016 - HMDM
Suspensa
Abertura
Quarta-feira, 8 de novembro de 2017 às 14h30min
Local
Central Permanente de Licitação da Prefeitura de São Luís - MA.
SUSPENSA ATÉ ULTERIOR DELIBERAÇÃO, tendo em vista necessidade de análise de documentos.
Objeto
Contratação de empresa especializada em serviços de radiodiagnósticos médicos por imagem nas modalidades de radiologia convencional; tomografia computadorizada e ultrassonografia; incluído cessão de uso e manutenção preventiva e corretiva de equipamentos de radiologia convencional, tomografia computadorizada e ultrassonografia para Hospital Municipal Djalma Marques-HMDM.