23 de jan de 2018

Abertura do Ano Judiciário de 2018 acontece nesta quarta no TJMA

 presidente do TJMA, desembargador José Joaquim Figueiredo dos Anjos
conduzirá a sessão especial (Foto: Ribamar Pinheiro)
O Poder Judiciário do Maranhão realiza, nesta quarta-feira (24), às 9h, a abertura do Ano Judiciário de 2018, em sessão especial conduzida pelo presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), desembargador José Joaquim Figueiredo dos Anjos.

Autoridades, chefes de Poderes, profissionais das diversas carreiras jurídicas – advogados, membros do Ministério Público, procuradores, defensores públicos – participarão da solenidade.

“A sessão especial de abertura do Ano Judiciário é repleta de simbologia. Em rigor, ela não marca efetivamente o início ou o reinício dos trabalhos desta Corte de Justiça, na medida em que, como bem sabem todos os que atuam ou precisam do Poder Judiciário, os serviços forenses jamais são suspensos, uma vez que a Justiça trabalha de forma ininterrupta”, explica o presidente do TJMA.

De acordo com o desembargador José Joaquim Figueiredo dos Anjos, a abertura do Ano Judiciário “é a autêntica renovação do juramento de bem servir de Justiça a todos aqueles que procuram o Poder Judiciário do Maranhão”.

A cerimônia será transmitida, ao vivo, pela Rádio Web Justiça do Maranhão, que pode ser acessada por desktop, tablet ou celular, por meio dos sites.

No www.tjma.jus.br, basta clicar no banner da rádio. Nos sites www.radios.com.br e www.tunein.com, a conexão se dá por meio de busca com os termos “Rádio Web Justiça do Maranhão” ou “Rádio Justiça do Maranhão”.

No smartphone, há também a opção de acesso direto pelo site oficial do TJMA ou pelos aplicativos Tunein ou Radiosnet.

No sistema multimídia ou aparelho de som compatível do carro, basta parear o sinal do celular por meio de bluetooth com o equipamento do veículo e selecionar a opção bluetooth no “source”, no qual ficam também as faixas AM e FM.

Numa Smart TV conectada à internet, o acesso pode ser feito pelo aplicativo TuneIn ou acessando os sites pelo navegador instalado no aparelho de TV.

Fonte: Assessoria de Comunicação do TJMA