17 de nov de 2014

CRIMES DOS LADRÕES DA PETROBRÁS PRESCREVEM EM 5 ANOS. COMO A CORRUPTA E LENTA JUSTIÇA BRASILEIRA OS PUNIRÁ COM BASE NA LEI 12.846/2013?

Pela nova Lei 12.846/2013, as empresas estarão sujeitas a perder seus bens, à suspensão ou interdição parcial de suas atividades e até mesmo à sua dissolução compulsória (na esfera cível), além de multa (podendo chegar até R$ 60 milhões) e ônus de publicar a decisão condenatória em meio de comunicação de grande circulação (esfera administrativa).

Resta saber se os esquemas de corrupção que existe no judiciário brasileiro permitirá o cumprimento da nova Lei.

Vozes corruptas se levantam para amenizar a situação dos ladrões da Petrobrás. 

"Dentro da normalidade, você teria de declarar essas empresas inidôneas. Se elas forem declaradas inidôneas, você pára o país". A declaração é do advogado Kakay, conhecido por defender corruptos graúdos, com sucessos que envergonha a justiça brasileira.

O STF, que deveria ser guardião da Constituição Federal, vem sendo guardião da corrupção, pois seus membros são escolhidos por influência de políticos corruptos e nomeados pelo executivo, que protege embaixo de suas asas os delinquentes do erário dos brasileiros.

Um país que coloca a raposa para tomar de conta do galinheiro é sem futuro.