quinta-feira, 17 de abril de 2014

UM NOVO GOVERNO PARA O MARANHÃO ELIMINA NÃO SÓ A OLIGARQUIA SARNEY, MAS TAMBÉM UM BANDO QUE COME PELAS BERADAS NO MARANHÃO.



Os blogueiros sarno-miranteanos- Deça, Léda, Aragão, Hostílio, Lobato, Caridoso&Filhos, sofrem por antecipação. Eles sabem que vão acabar os super-salários por tráfico de influência ou extorsão.

O choro das viúvas de Sarney torna-se farto/lamurioso a cada passo de Flávio Dino no rumo dos Leões. Querem certificado de fidelidade política de Dino, usando Sarney como exemplo de coerência?

"Me compre um bode" é um bordão ultimamente temido, vou evitá-lo. Querer transformar camaleão em "pedra noventa", é metamorfose de viúva sedenta. Fosse uma melancia  passaria fácil.

Tem aquela da "moça que afirmará para o futuro esposo que era virgem. Na véspera do casamento ela contou que "não era mais nada" para a mãe. A mãe recomendou para a nubente :

- Coloca um caranguejo.

A "moça" espantada/temerosa disse :

- Mãe não vai dá.

A velha insistiu :

- Vai dá sim, para casar com teu pai coloque uma melancia.

Na hora do rala/rola/rôla e coisa/lousa, o noivo estava encontrado dificuldade para penetrar o casco do "cabaço". Ele então resolveu  "comer pelas beiradas". Quando ele meteu, o caranguejo mordeu.

O  noivo "morto de contente" sacudiu o caranguejo de dentro da vulva para fora, gritando loucamente ;

- Sai daí cabaço.

O caranguejo bateu na parede e saiu andando para trás.

Sarney como exemplo de coerência política é cabaço de caranguejo ou melancia?