15 de abr de 2013

O presidente do Tribunal de Justiça do Maranhão (TJMA), desembargador Antonio Guerreiro Júnior informa que R$ 775.222,38 relativos a dívidas judiciais do Estado e de municípios, até o ano de 2010, estão liberados para pagamento e à disposição dos credores.


Guerreiro diz que não é necessário utilizar meios ou intermediários para receber os valores.

O Juiz Nilo Ribeiro mostra a lista de credores de precatórios
Para receber o valor a que tem direito, a parte credora deve se dirigir à Coordenadoria de Precatórios, onde será entregue o alvará. Com o documento em mãos, ela deve se dirigir ao Banco do Brasil para o levantamento do dinheiro.

Para acabar com a máfia que havia, Guerreiro criou a Coordenadoria de Precatórios, que é constituída de uma equipe especializada composta por servidores efetivos do quadro do Judiciário, conforme recomendação do Conselho Nacional de Justiça (CNJ).  

Somente do exercício de 2011, há R$ 245.353.604,10 em precatórios de natureza geral ainda não pagos, informa o Tribunal.