AQUI É O PORTAL DAS ELEIÇÕES 2020

Acessos

segunda-feira, 1 de junho de 2020

Quatro falas de Celso de Melo que o deixa suspeito de relatar, julgar ou votar qualquer processo contra Bolsonaro por ódio velado

Todas as falas abaixo impedem que Celso de Mello continue a relatar, julgar ou votar qualquer processo contra Bolsonaro em razão do notório ódio velado pela parte no processo.
1ª FALA - Em 26/02/2020 O Globo noticia: "Bolsonaro 'não está à altura do altíssimo cargo que exerce'" e acrescenta: "Em nota, Celso de Mello afirmou que Bolsonaro 'desconhece o valor da ordem constitucional' e 'ignora o sentido fundamental da separação de poderes". A divulgação do vídeo, segundo o ministro, "traduz gesto de ominoso desapreço e de inaceitável degradação do princípio democrático'".
2ª FALA - Em 21/05/2020 o Jornal de Brasília registra: "O ministro do STF (Supremo Tribunal Federal) Celso de Mello afirmou que pessoas que têm abarrotado as caixas de mensagens de juízes de tribunais de Brasília com mensagens anônimas e ameaças de morte são “bolsonaristas fascistoides, além de covardes e ignorantes”"
3ª FALA - Em 22/05/2020, no Inquérito nº 4831, Celso de Melo prejulga e incentiva a cassação de Bolsonaro: "... os Senhores Deputados Federais, dispondo de plena ciência do que se passou na reunião ministerial de 22/04/2020, no Palácio do Planalto, possam deliberar, mediante juízo discricionário e político, sobre a outorga de autorização, ou não, a esta Corte Suprema, para processar e julgar, em sede originária, o Presidente da República (CF, art. 51, I, c/c o art. 86, “caput”), autorização essa que configura, sempre que se cuidar de supostas infrações penais de caráter funcional, como se verifica na espécie, ineliminável exigência de ordem constitucional".
4ª FALA - Em 31/05/2020 O Globo destaca: "Celso de Mello compara Brasil à Alemanha de Hitler e diz que bolsonaristas 'odeiam a democracia'" e mais: "o ministro Celso de Mello enviou a colegas ministros em um grupo de WhatsApp uma mensagem de texto em que compara o Brasil à Alemanha comandada por Adolf Hitler"


Comentário(s)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é bem vindo
Opine, comente, debata ...