23 de abr de 2019

STJ confirma que há provas para a condenação de Lula e reduz a pena para 8 anos e 10 meses de prisão

Agora Lula aguarda o STF
A tese dos petistas e de membros da quadrilha (PC do B, PCB, PSOL, PDT, PSB), de que Lula foi julgado sem provas e apenas em delações, foi rechaçada pelos ministros do STJ em julgamento de recurso do petista Lula nesta terça-feira (23).

Os ministros reduziram a pena de Lula para 8 anos e 10 meses de prisão e a multa para R$ 2,4 milhões, que é o valor do apartamento usado no esquema de recebimento de propinas por Lula.

Em agosto de 2019, Lula entra em progressão de regime por ter cumprido 1/6 da pena - podendo sair para trabalhar e dormir na prisão ou cumprir prisão domiciliar.