sábado, 7 de julho de 2018

LAGRIMAS E INDIGNAÇÃO: Às vistas do prefeito e do governador mãe de bebezinho pede misericórdia


Escrevo este post com lagrimas e indignação. O pequenino Jhonny Gabriel, de apenas 1 mês e 27 dias morre aos poucos às vistas das autoridades da Saúde Pública. Burocracias e descasos são as armas que usam para economizarem o suficiente para seus projetos pessoais – concretizados via desvios dos recursos destinados exclusivamente para a saúde pública.

ENTENDA O CASO – A VIA CRUCIS DE UMA MÃE E SEU BEBÊ

Mãe de Johnny Gabriel pede misericórdia para as autoridades de saúde do MA
O bebê Johnny Gabriel nasceu no dia 05/05/2018 - Quinze dias depois apresentou sintomas de Pneumonia. Aqui começa a terrível experiência (via crucis) da sua mãe, Cristiane Rabelo.

1º - O bebê foi levado para a UPA do Parque Vitória. Lá ficou 3 dias tomando somente soro e depois foi mandada para casa.

2º - Desta vez a mãe levou Johnny Gabriel para o Hospital da Criança. Nesta unidade de saúde, o bebê Johnny ficou internado 7 dias nas piores condições de atendimento. Lá também se livraram da mãe e do seu pequenino bebê – deram alta e mandaram ir embora.

3º - O quadro de saúde do pequenino Johnny piorou. A mãe correu para a UPA do Vinhais. Aqui os médicos detectaram um quadro de Bronquiolite (infecção aguda dos bronquíolos) e Pneumonia grave (inflamação dos pulmões). Os especialistas tiveram que entubar o bebezinho.

Ocorre que na UPA do Vinhais o bebê está na UTI de adultos com doenças gravíssimas e em ambiente de potentes bactérias. A Direção da UPA do Vinhais vem tentando transferir a criança para o Materno Infantil, que alega não possuir vagas.

Enquanto as autoridades de saúde, o prefeito e o governador se omitem e agem com descaso, o pequenino Jonny morre aos poucos.

Indignação!! – indignação!! – indignação!!