quinta-feira, 17 de maio de 2018

CASSAÇÃO!! Vereador encrencado com os colegas e com a justiça está com o mandato ameaçado

O povo de Paço do Lumiar precisa deixar de votar no escuro. Ter um presidente
da Câmara de Vereadores com essa ficha é demais para os luminenses e para os
demais vereadores do Município.
Dono de uma ficha que faz vergonha ao povo luminense, o presidente da Câmara municipal de Paço do Lumiar, Arquimário Reis Guimarães (vulgo Marinho do Paço) está prestes a perder o mandato por falta de decoro e crimes contra o patrimônio. Pelo menos três crimes praticados por Marinho resultarão no fim da sua vida parlamentar. Nesta postagem, o blog destaca um desses crimes.

Consta do Boletim de Ocorrência Nº 6200/2018, que no dia 01/05/2018 às 23:20 horas, o vereador ARQUIMARIO REIS GUIMARÃES (O Marinho do Paço) foi flagrado pela Polícia dirigindo visivelmente embriagado, cometendo o crime previsto no art. 306 do Código de Trânsito Brasileiro, que diz:

Art. 306. Conduzir veículo automotor com capacidade psicomotora alterada em razão da influência de álcool ou de outra substância psicoativa que determine dependência:

Penas - detenção, de seis meses a três anos, multa e suspensão ou proibição de se obter a permissão ou a habilitação para dirigir veículo automotor.
  
Marinho foi apresentado embriagado no Plantão da Delegacia do Maiobão. O delegado plantonista deveria ter feito a prisão, de acordo com o teste de bafômetro. Eis o registro policial: "Foi apresentado neste plantão, o nacional acima já qualificado, por estar conduzindo veículo apresentando sintomas de embriaguez. em função disso, lhe foi dada ordem de parada e solicitado o apoio dos policiais do batalhão de polícia rodoviária militar, no que foi feito o teste do bafômetro e constatado o resultado de 1.08 mg/l na prova e 0.89 mg/l na contra prova. o fato foi registrado para os devidos fins". O Ministério Público enquadrará o delegado por não cumprir a Lei e acionará a justiça para condenar Marinho.

Tudo isso deixa o vereador sem condições de estar à frente do Legislativo Municipal, como atesta a maioria dos vereadores de Paço do Lumiar. Sem falar  em outro crime mais grave, o crime contra o patrimônio - objeto de outra postagem.