20 de fev de 2018

Ferroviário e Professor recebem título de Cidadão Ludovicense

Miguelzinho discursa aos presentes
Em sessão solene realizada nesta terça-feira (20), a Câmara Municipal de São Luís homenageou o ferroviário Miguel Assis Marques (O Miguelzinho) e o advogado e professor de Direito Valdênio Nogueira Caminha com o Título de Cidadão Ludovicense. familiares a amigos dos agraciados se fizeram presentes.

A homenagem foi proposta pelo vereador Umbelino Junior. O parlamentar destacou os trabalhos dos homenageados em prol da sociedade ludovicense e do Maranhão por suas atuações. O vereador também registrou que a concessão dos títulos foi aprovada por unanimidade dos vereadores.

O presidente da OAB/MA, Thiago Diaz enalteceu o perfil dos homenageados, destacando a história e atuação do professor e advogado Dr. Valdênio, que do Ceará veio ao Maranhão para ficar em São Luís.
Professor Valdênio externa a satisfação de estar sendo homenageado junto com Miguelzinho que foi seu aluno.

Miguelzinho com amigos ferroviários
O Secretário de Estado da Igualdade Racial, Gerson Pinheiro ( que também é ferroviário) falou da trajetória de Luta do Miguelzinho em prol da classe ferroviária e da sociedade maranhense. Lembrou dos embates e negociações com a Vale do Rio Doce pela garantia de direitos à categoria dos ferroviários. Destacou a firmeza e o equilíbrio do Miguelzinho na mesa de negociação com a Vale. 

Em seu pronunciamento, o homenageado Miguelzinho lembrou das dificuldades enfrentadas pela família para viver em terras ludovicenses quando para aqui migrou no ano de 1966. Conhecemos a história desse homem de luta e contaremos um por cento dela. 

Como técnico agrícola e afeiçoado pelos assuntos de meio ambiente, o cidadão Miguelzinho foi trabalhar como supervisor de meio ambiente na então Companhia Vale do Rio Doce. Daí se tornou um dos maiores líderes sindicais da categoria dos ferroviários, tendo representado a categoria nacionalmente. Não parou por aí.

Quando do primeiro mandato do Dr. Jackson Lago como prefeito de São Luís, o Miguelzinho foi designado para a presidência da Companhia de Limpeza Urbana (COLIZEU). Na ocasião a cidade estava imersa no lixo e surpreendeu a todos declarando para a imprensa que "em vinte dias entregaremos a cidade limpa para a população de São Luís". Foi uma declaração ousada.

No dia seguinte começou a operação. Ao atardecer, caçambas e pás carregadeiras cedidas pela alumar adentravam a capital para recolher montanhas de lixo e a cidade foi limpa no prazo dado pelo Miguelzinho.

Miguelzinho também foi um dos líderes do PDT em São Luís. Na presidência do Partido cumpriu um dos sonhos de Dr. Jackson Lago que era o PDT ter uma sede própria.

Na política, o ferroviário Miguelzinho chegou a ser suplente de deputado federal com uma votação de mais de dez mil votos.

Justa homenagem a este jovem lutador pelas causas sociais.

Miguelzinho e seus filhos Eder e Mayara