26 de jan de 2015

PREFEITOS DE PAÇO DO LUMIAR E SÃO JOSÉ DE RIBAMAR ROMPEM COM ANOS DE ATRASO: ODEBRECHT AMBIENTAL INICIA SERVIÇOS DE ÁGUA E ESGOTO NAS DUAS CIDADES.

A Odebrecht Aambiental, a partir desta segunda-feira (26), por contrato de Concessão Pública com os municípios de Paço do Lumiar e São José de Ribamar, assume os serviços de água e esgoto na duas cidades para torna-las referência nas questões de águas e esgotos.

Elder, Diretor/Gerente da Concessão no Maranhão, mostrou o alcancee benefícios do consórcio para Paço do Lumiar e São José de Ribamar. 




O investimento inicial será de R$ 450 milhões, que serão aplicados em infraestruturas, inclusive unidades de tratamentos.

Odebrecht Aambiental será supervisionada pela Câmara de Regulação do Consórcio Intermunicipal de Saneamento Básico.

O prefeito de Paço do Lumiar, Josemar, elogiou a coragem de Gilcutrim, prefeito de São José de Ribamar pela emprefeitada de trazer saneamento básico para os moradores das duas cidades.


Gil Cutrim, determinado em levar água e esgoto para toda Ribamar.
Josemar, respondendo à imprensa.
Presidente da Câmara de Vereadores de Paço do Lumiar, disse que os vereadores de Paço do Lumiar e de São José de Ribamar apioaram a iniciativa dos dois prefeitos.

DIRETOR DA EMPRESA MOSTRA A REALIDADE DOS DOIS MUNICÍPIOS.

A realidade do saneamento básico no Maranhão é preocupante. Segundo dados do Ministério das Cidades, apenas 10,5% dos 6,6 milhões de habitantes têm acesso ao esgotamento sanitário, enquanto 50,4% recebem água tratada em suas residências.

São José de Ribamar

São José de Ribamar tem uma população aproximada de 200 mil pessoas, sendo que apenas 18,9% dos habitantes são formalmente abastecidos com água potável. O município registra ainda um índice de perdas de água alarmante. A cada 1.000 litros de água, apenas 326 litros chegam aos consumidores. O restante (674 litros) é desperdiçado no sistema de abastecimento.

A meta da concessão é reduzir o índice de perdas de 67,4% para 30%, em um trabalho gradual ao longo dos anos. Com isso, São José de Ribamar alcançará uma marca melhor que a média brasileira, que é de 38% (perdas). A Odebrecht Ambiental também ampliará o atendimento de água potável em 370% nos próximos seis anos, saltando de 18,9% para 90% de abastecimento.

A realidade do esgotamento sanitário do município é ainda pior. Todo o esgoto gerado pelas residências é despejado in natura no meio ambiente, poluindo o solo e os rios da região. São José de Ribamar não possui rede coletora e não faz o tratamento dos efluentes antes de descartá-los. Com a concessão, em oito anos, 80% da cidade contará com rede de esgoto adequada.

Paço do Lumiar

A cidade de Paço do Lumiar, também localizada na Ilha de São Luís, tem um contingente aproximado de 127 mil pessoas, sendo que apenas 40,9% dos habitantes recebem água potável. A meta da concessão é ampliar o atendimento de água potável para 90% da população em seis anos.

A cidade possui coleta parcial de esgoto, mas sem tratamento adequado. Com a concessão, em oito anos 80% dos habitantes terão acesso ao esgotamento sanitário.
  
Sobre a Odebrecht Ambiental
A Odebrecht Ambiental é a empresa da Organização Odebrecht dedicada a operar e desenvolver projetos que contribuam com a qualidade de vida das pessoas e com a preservação do meio ambiente. Atua em três segmentos, com uma equipe de mais de 6.500 integrantes. A área de Água e Esgoto é responsável pela captação, tratamento e distribuição de água, e coleta e tratamento de esgoto nos municípios. Atende mais de 16,1 milhões de pessoas em 180 cidades brasileiras. A área de Utilities promove a gestão ambiental de empresas, além de atuar no monitoramento do ar e dos recursos hídricos, no tratamento e reúso de água, e na promoção de soluções energéticas. O segmento de Resíduos realiza serviços marítimos, diagnóstico e remediação de áreas contaminadas e o gerenciamento, tratamento e destinação final de resíduos industriais, sólidos urbanos e de construção civil.