23 de dez de 2014

18 policiais mortos só em 2014 no Maranhão. Flávio Dino tem a missão de acabar com essa triste realidade.

Desta vez foi o Sargento Prisca, de 51 anos, foi alvejado com dois tiros na cabeça na porta da casa onde morava no bairro J.Câmara em São José de Ribamar.

O Sargento recebia ameaças de morte. Nas semana passada, um filho do militar foi alvo de tentativa de homicídio.

Se os três poderes não disseminarem justiça pra valer no Maranhão, continuaremos a assistir bandidos matando policiais e policiais matando bandidos. 

Mais dois policiais são executados na capital do Maranhão.

No início da tarde, o aspirante Sebastião Luís Rocha Neto, de 27 anos, foi assassinado nas proximidades do Mercado do Peixe, no Anel Viário.

À noite, a vítima foi o sargento Carlos Magno Sá, na área do Conjunto de apartamentos denominado Forquilhão, na Forquilha.

SONHOU QUE SERIA ATACADO.

A família  de Carlos Sá revelou a amigos que, desde a manhã, ele estava receoso, temendo sair do apartamento. À tarde, aproveitou para dormir um pouco. Ao acordar, falara que sonhara que estava sendo atacado por alguns elementos.

ENTENDA O QUE ESTÁ ACONTECENDO: