sexta-feira, 5 de setembro de 2014

NUM ESTADO QUE PROLIFERA CRIMES DE ENCOMENDA, OS CONTRÁRIOS A OLIGARQUIA PODEM SOFRER ATENTADOS. BASTA VER O QUE ACONTECE E O QUE JÁ ACONTECEU.

O perigo não é a gritaria da militância de Lobão Filho, mas a espreita de jagunços e capangas da Oligarquia. Acontecimentos recentes servem como alerta para as autoridades.

- No início da campanha, o próprio candidato a governador Flávio Dino detectou jagunços monitorando os passos de sua comitiva e fotografando as placas dos veículos.

- Durante comício realizado na noite de 23/08/2014, na Vila 7, zona rural do município de Coroatá, pela candidata a deputada estadual Andrea Murad (PMDB), o criador e editor do Blog Coroatá de Verdade, Pablo Lima, foi agredido ao tentar fotografar o evento. (VEJA).

Comandante Isaac
- O irmão de Flávio Dino foi secretamente monitorado e abordado como se fosse um bandido, aponto de ser fuzilado e depois ser alegado que foi um engano, como vários vezes que isso já ocorreu no Maranhão.

Um tal comandante Isaac, que faz parte da Polícia Militar seguiu o advogado Saulo Dino do hotel até o bairro da Estiva num carro descaracterizado. Que mau eles planejavam contra o cidadão.

O ALERTA DO BLOG EDGAR RIBEIRO:

Nenhuma oligarquia de longas décadas, deixou o poder sem derramamento de sangue.

Aqui no Maranhão são capazes de tudo, desde da fraude a crimes maiores. Toda estrutura do Estado estão nas mãos deles. Basta ver o uso da PM para serviço sujo contra os contrários à oligarquia.

Lobão Filho está determinado a tudo ou nada.