5 de set de 2014

EX-DIRETOR REVELA A QUADRILHA QUE RECEBIA 3% DE CADA CONTRATO DA PETROBRÁS: 12 senadores, 32 deputados federais e 1 governador.

UM ESCÂNDALO MAIOR QUE O DO MENSALÃO NO GOVERNO DILMA-PT/SARNEY-PMDB/RENAN-PMDB.

O ex-diretor da Petrobras Paulo Roberto Costa deu o nome de 12 senadores, 32 deputados federais e 1 governador na parte de sua delação premiada que trata de políticos. Os envolvidos seriam de três partidos: PT, PMDB e PP.

A quadrilha recebia 3% de comissão sobre o valor de cada contrato da Petrobrás firmados durante sua gestão na diretoria de Abastecimento da estatal petrolífera.