quarta-feira, 27 de agosto de 2014

PARECE QUE O POVO COMEÇOU ENXERGAR: PESQUISA DA CNT CONFIRMA O IBOPE E MARINA ESTÁ COTADA PARA SER A NOVA PRESIDENTA DO BRASIL.

Por Luis Nassif Online 

Pesquisa CNT espelha resultados do Ibope na disputa presidencial

Jornal GGN - Pesquisa da Confederação Nacional do Transporte (CNT)/MDA divulgada na manhã desta quarta-feira (27) apresenta resultados próximos à sondagem do Ibope da noite anterior. Na corrida presidencial, Dilma Rousseff (PT) ainda lidera no primeiro turno com 34,2% das intenções de votos, seguida por Marina Silva (PSB), que tem 28,2%, e Aécio Neves (PSDB), 16%.
No segundo turno, Marina venceria Dilma por 43,7% a 37,8%. Nesse cenário, votos brancos e nulos somam 12,4%, e não sabem ou não responderam à pesquisa 6,1%. Se o embate fosse entre Dilma e Aécio, a petista obteria 43% dos votos, e o tucano 33,3%. Brancos e nulos somariam 16,7%; não sabem ou não querem responder, 7%. Em um embate entre Marina e Aécio, ela seria eleita com 48,9% ante 25,2% de Aécio. Brancos e nulos somariam 17,2%; não souberam ou não quiseram responder, 8,7%.
No Ibope, Dilma aparece no primeiro turno com 34%, Marina com 29% e Aécio, 19%. No segundo turno, a distância entre Marina é de 9 pontos, sendo que a pessebista venceria com apoio de 45% do eleitorado.
Na pesquisa espontânea da CNT, Dilma é citada por 26,4% dos entrevistados. Marina chega com 18,6% e Aécio, 11,3%. Os demais candidatos ficaram com menos de 0,5% dos votos. Brancos e nulos somariam 9,5%; não souberam ou não quiseram responder, 32,9%.
A avaliação do governo Dilma foi considerada positiva para 33,1% dos entrevistados, contra 28,8% que o consideram negativo. A aprovação do desempenho pessoal da presidenta ficou em 47,4% – exatamente o mesmo percentual que o desaprova.
Já no Ibope, o governo Dilma é considerado bom ou ótimo por 34%, regular por 36% e ruim ou péssimo, 27%. A petista ainda lidera os índices de rejeição, sendo descartada por 36%. Em Marina, 10% disseram que não votam de jeito nenhum. E Aécio não recebe votos de 18%.