Acessos

sábado, 9 de agosto de 2014

ALGUNS VEREADORES DE PAÇO DO LUMIAR AGRIDEM COMUNIDADES COM PALAVRAS E RECEBEM O TROCO.

REPRESENTANTES DO FÓRUM DE MORADIA E MULHERES SOLIDÁRIAS DE PAÇO DO LUMIAR REPUDIAM E VAIAM O VEREADOR MARINHO DURANTE DISCURSO NA TRIBUNA DA CÂMARA. MAS, O RECADO FOI PRA TODOS.

Mais uma tentativa de realização da sessão ordinária na Câmara de vereadores de Paço do Lumiar é interrompida.

Na sessão de terça-feira (5), O grupo de vereadores coordenados por Alderico Campos (Miau, Jorge Maru, Marcelo Portela, André Costa, Silvia Inácio e Vanusa) por medo de novas manifestações não compareceram na Câmara, apenas cinco vereadores (Empregados do povo) compareceram ao trabalho e dois justificaram.
Na sessão de sexta-feira (8) com a presença de todos, a população compareceu para exigir respeito dos vereadores Marinho, Alderico Campos e Jorge Maru, que em sessão de abertura dos trabalhos legislativos cuidaram só de atacar todos Prefeito, Presidente da Câmara e quem mais aparecesse na frente.

Na sessão de sexta-feira eles receberam o troco.   

Líderes de comunidades de Paço do Lumiar foram à Câmara e sobrou para o vereador Marinho, que quando falava foi vaiado tendo os presentes virado de costas para ele. O vereador perdeu a compostura e classificou a atitude como de desocupados e baderneiros. Ai o caldo engrossou.


Motivo pelo qual o Presidente Leonardo Bruno suspendeu os trabalhos, pois diante dos gritos dos manifestantes contra Marinho tornou-se inviável prosseguir a sessão.


O Vereador Marinho pagou por ele e pelas besteiras que disse Alderico Campos e Jorge Maru na Sessão dos Trabalhos Legislativos. “Não quero acusar ninguém desses poderes, nem prefeito e nem vereadores sobre tantos problemas que tem surgido, vamos é pedir a bênção de Deus para Gestor municipal e com ele encontrarmos as melhores alternativas para dirimir esses litígios”. Comentou o vereador Marinho do Paço.

“Não somos desocupados, baderneiros, e nem vagabundos, estamos aqui apenas para exigir dessa casa parlamento respeito a todos nós que durante anos temos sofrido o descaso do abandono, estamos aqui é pedindo Socorro, pois, somente nós sabemos de nossas necessidades, o que não aceitamos é ser chamado de desocupados como bem disse o vereador”. Retrucou em tom de revolta Anunciação, líder do Fórum e representante das 37 comunidades que fazem parte dessa organização.


VEREADORES COM MEDO DOS MANIFESTANTES, SE REÚNEM NA PRAÇA DA LUZ.