segunda-feira, 21 de julho de 2014

ESTOURA MAIS UM ESCÂNDALO!. ATENÇÃO POLÍCIA FEDERAL!: Vaza esquema para fraudar as eleições no Maranhão. Tudo a ver com o FUNDEMA e centenas de Convênios feitos à surdina.

A PF precisa agir para devolver esses recursos para os cofres
do Estado. Várias parcelas desses 200 milhões já chegaram
nas mãos da turma que cuida de comprar votos. Um blog 
denunciou: Roseana libera R$ 2,5 milhões de “Fundo a Fundo”
para Aluísio Mendes (VEJA).
Basta a PF linkar o caso do Fantástico em Anapurus e Mata Roma com o esquema vazado abaixo e montado para fraudar as eleições 2014 no Maranhão.

Fonte de dentro do Governo do Estado forneceu a este blog uma planilha (Veja) contendo recursos de quase 200 milhões para serem liberados no ano eleitoral para os municípios, que seriam desviados para a campanha de políticos ligados ao grupo do governo maranhense.

Na Planilha citada acima consta a destinação de R$ 2.160.521,58 para Anapurus e R$ 1.170.933,86 para Mata Roma. Em convênios firmados no final de 2013 pelo Governo Roseana Sarney.

CONVÊNIOS
PREFEITURAS
SUPOSTAS OBRAS
  VALOR 
CONVÊNIO N.º 027/2013
Anapurus
Pavimentação poliédrica e drenagem superficial em vias públicas (Rua da Indústria – trecho 01; Rua Oséas Vieira Passos; Rua Governador Nunes Freire; Rua Madalena Monteles; Rua Atanásio Monteles; Rua Paulino Francisco Monteles; Rua João Vieira Passos; Rua Adelino Monteles; Rua da Indústria – trecho 02)
 R$       842.105,24
CONVÊNIO Nº 193/2013
Anapurus
Pavimentação Poliédrica (Povoado de Água Rica)
 R$       528.346,26
CONVÊNIO Nº 275/2013
Anapurus
Pavimentação Poliédrica no Povoado Moura
 R$       632.041,84
CONVÊNIO Nº 322/2013
Anapurus
Abastecimento D'Água no Povoado São Gonçalo 
 R$       158.028,24
TOTAL
 R$   2.160.521,58
CONVÊNIOS
PREFEITURAS
SUPOSTAS OBRAS
  VALOR 
CONVÊNIO Nº 384
Mata Roma
Abastecimento de Água  facilitando o acesso dos agricultores familiares
 R$       854.559,14
CONVÊNIO Nº 401/2013
Mata Roma
Abastecimento D' Água
 R$       316.374,72
TOTAL
 R$   1.170.933,86
A fonte revelou ainda que também recursos de um fundo criado recentemente no Estado seria utilizado com objetivos eleitorais. O Tal fundo chamado de FUNDEMA foi criado às pressas:

LEI Nº 10.101, DE 17 DE JUNHO DE 2014.


Antes mesmo da aprovação da Lei, os prefeitos aliados da Oligarquia Sarney foram orientados a convocar seus vereadores para criarem no município o Fundo de Desenvolvimento Municipal (FDM) para receberem parte dos R$ 3,8 bilhões emprestados do BNDES.

A operação começou imediatamente. O prefeito de Bacuri ao reunir os vereadores do município teria explicado a urgência do projeto a necessidade de receber recursos para a campanha eleitoral. Assim foi em vários municípios.

Pasme! Em 16/06/2014 a câmara municipal de Serrano do Maranhão aprovou o fundo antes da Lei que criou o Fundema, basta ver no Diário Oficial do dia 26/06/2014, p. 48.

Pasme! Em 17/06/2014 a câmara municipal de Maranhãozinho aprovou o fundo no mesmo dia da Lei que criou o Fundema.
Pasme! Em 20/06/2014 a câmara municipal de Colinas aprovou o fundo mesmo antes da regulamentação.
Pasme! Em 20/06/2014 a câmara municipal de Centro do Guilherme aprovou o fundo mesmo antes da regulamentação.
Pasme! Em 20/06/2014 a câmara municipal de Lagoa do Mato aprovou o fundo mesmo antes da regulamentação.
Pasme! Em 20/06/2014 a câmara municipal de Araguanã aprovou o fundo mesmo antes da regulamentação.
Pasme! Em 20/06/2014 a câmara municipal de Brejo de Areia aprovou o fundo mesmo antes da regulamentação.
Pasme! Em 23/06/2014 a câmara municipal de Lago do Junco aprovou o fundo mesmo antes da regulamentação.
Pasme! Em 23/06/2014 a câmara municipal de Passagem Franca aprovou o fundo mesmo antes da regulamentação.
Pasme! Em 23/06/2014 a câmara municipal de Jenipapo dos Vieiras aprovou o fundo mesmo antes da regulamentação.
Pasme! Em 24/06/2014 a câmara municipal de Altamira aprovou o fundo no mesmo dia da regulamentação.
Pasme! Em 24/06/2014 a câmara municipal de Miranda do norte aprovou o fundo no mesmo dia da regulamentação.
Em 25/06/2014 a Câmara de Vereadores de Lajeado Novo aprovou a criação do fundo exigido para receber os recursos.
Em 25/06/2014 a Câmara de Vereadores de Davinópolis aprovou a criação do fundo exigido para receber os recursos.
Em 25/06/2014 a Câmara de Vereadores de Gurupi aprovou a criação do fundo exigido para receber os recursos.
Em 25/06/2014 a Câmara de Vereadores de São Francisco do Brejão aprovou a criação do fundo exigido para receber os recursos.
Em 26/06/2014, a Câmara Municipal de Coroatá criou o fundo municipal.
 Em 27/06/2014 a câmara municipal de Nova Colinas cumpriu seu patético papel de aprovar sem questionar.
Em 27/06/2014 a câmara municipal de Chapadinha.
Em 28/06/2014 a câmara municipal de Governador Newton Bello votou nas escura a criação do fundo municipal, conforme combinado.
Em 28/06/2014 seis vereadores da Câmara Municipal de Bernardo do Mearim não aceitaram o esquema.
Em 01/07/2014 - Câmara Municipal de Cajapió.
Em 04/07/2014 foi a vez da Câmara Municipal de Timbiras.
Em 04/07/2014 foi na Câmara Municipal de Presidente Vargas.
E assim por diante.

A fonte informou ainda que pessoas que tem empresas estão sendo procuradas para receberem recursos de prefeituras como se tivesse prestado um serviço e depois repassá-los para o candidato indicado.


Resta ao Ministério Público Federal e à Polícia Federal a investigação dessas denúncias, sob pena de mais uma vez vemos a fraude eleitoral imperar nas eleições do Maranhão.