sexta-feira, 20 de junho de 2014

PAÇO DO LUMIAR: Oposição ao prefeito Josemar sai da moita e dá as caras. É formada por gente flagrada pela PF.

Há alguns meses o prefeito Josemar passou a sofrer ataques de opositores, mas que agiam ocultamente com cargos na própria administração, sem dá as caras.

Os supostos aliados, inclusive com cargos de confiança indicados por vereadores, estavam sabotando a administração municipal.

Entretanto, um fato veio revelar a até então oculta oposição de Paço do Lumiar.

O presidente da Câmara Municipal, Leonardo Bruno, que é aliado político do prefeito, resolveu antecipar a eleição para a nova mesa diretora da casa para o dia 19. Entretanto, a falta de convocação em tempo hábil do vereador André Costa que havia deixado a Secretaria de Agricultura, impediu a realização da sessão em razão de impedimento regimental.

FOI AÍ QUE SE REVELOU OS OPOSITORES Alderico Campos, Vanusa, Marinho, Marcelo portela, Orlete, Jorge Maru, Silvia Inácio e Miau.
 
A ARTICULAÇÃO PARA TOMAR A DIREÇÃO DA CÂMARA.
Quando o presidente da Câmara anunciou que não haveria a sessão em razão da não convocação em tempo hábil do vereador André Costa que fora exonerado da secretaria de agricultura, os vereadores na foto reagiram exaltados, fizeram por conta uma outra sessão, arrombaram a sala da secretaria da Câmara e elegeram uma nova mesa diretora para a casa, num ato de tentativa de golpe.

O Presidente da Câmara, Leonardo Bruno com mandato até janeiro de 2015 mostrou-se surpreso com a ação dos edis com a prática ilegal e não condizente com a postura de quem representa o povo.

Já o prefeito Josemar disse que o episódio serviu para ele vê quem está compromissado e quem não está nem ai para a situação de Paço do Lumiar, preocupando-se somente com seus interesses particulares.

Alderico Campos, Vanusa, Marinho, Marcelo portela, Orlete, Jorge Maru, Silvia Inácio e Miau elegeram o velho aliado de Bia Aroso Jorge Maru para liderar o grupo sob a orientação de Alderico Campos.

QUEM ESTÁ POR TRÁS DA FORMAÇÃO DESSE GRUPO?

CLIQUE AQUI, LEIA ABAIXO E TIRE SUAS CONCLUSÕES.

DIÁLOGO GRAVADO PELA PF.
Na administração Bia Aroso foi estabelecido um esquema 
de pagamento de propinas para os vereadores poderem
votar matérias de interesse do Município.
Na administração Bia Aroso, a PF desarticulou um esquema de propina para vereadores na Câmara de Paço do Lumiar, que lesou os cofres da Prefeitura.  

O mesmo grupo, pelo visto conseguiu arregimentar aliados para a voltar às mesmas práticas que levaram a população luminense a sofrimentos sem igual.

Segundo o prefeito, o Município de Paço do Lumiar não suporta esse tipo de prática que deixou a cidade nessa situação calamitosa. Por esta recusa Josemar vai enfrentar perseguições sem precedentes. 

VEJA COMO COMEÇOU A REAÇÃO DESSES VEREADORES:

AQUINHA QUE NÃO DEIXAVA PAÇO DO LUMIAR CRESCER