terça-feira, 3 de junho de 2014

Condenado a 1 ano e 4 meses pela justiça federal quer ser governador do Maranhão.


Edinho Lobão, candidato da Oligarquia Sarney pelo PMDB-PT, além de responder a processos por crimes, também já foi condenado a 1 ano e 4 meses de prisão pela Justiça Federal por Desenvolver clandestinamente atividades de telecomunicação.

Na sentença, o juiz afirmou que ficou “devidamente comprovada a responsabilidade penal do acusado Edison Lobão Filho pela prática do crime previsto no art. 183 da Lei 9.472/97”. A decisão foi tomada após 11 anos de investigação criminal envolvendo, além de Edinho, Rivoredo Barbosa Wedy e Shélida Salomão Pessoa.

Para escapar da prisão, o pai de Edinho Lobão praticou o nepotismo incluindo o filho na chapa de senador e entrou com apelação judicial alegando a prescrição da sentença. Em dezembro de 2010, o juiz federal Ivo Anselmo Höhn Júnior declarou a punição prescrita.
Edinho Lobão é acusado de ter cometidos outros crimes.

Edinho Lobão não foi inocentado pela justiça, ela apenas usou de um esquema jurídico chamado prescrição para escapar da prisão, por culpa da própria justiça.

Essa é a ficha de quem se propõe representar o povo do Maranhão executando seu destino em termos administrativos. No grupo a que ele pertence tem gente pior.