Acessos

terça-feira, 2 de julho de 2013

É GOLPE PARA TIRAR O FOCO DA POPULAÇÃO, A IDEIA DE PLEBISCITO OU REFERENDO PARA UMA SUPOSTA REFORMA POLÍTICA.


QUEM PEDIU PLEBISCITO OU REFENDO?

Para se esquivar e não atender as reais reivindicações da população expostas em cartazes nas manifestações, a Presidenta Dilma, orientada pelo PT e corruptos de plantão protegidos nos palácios e sob as togas talhares do judiciário, inventaram essa estratégia de plebiscito para um suposta reforma política, como se estivessem enganado criancinhas inocentes ou abestados como diz Tiririca.

Os cinco temas propostos por Dilma para a suposta reforma política:
1.    Financiamento público ou privado de campanha;
2.    Sistema eleitoral (voto proporcional ou distrital);
3.    Continuidade ou não da suplência para senador;
4.    Fim ou não do voto secreto em deliberações do Congresso e,
5.    Continuidade ou não de coligações partidárias proporcionais.

São necessários e urgentes para arrumar o sistema político brasileiro. Mas, essas não são as principais reivindicações das ruas.

O QUE REIVINDICA AS RUAS?
As principais reivindicações das ruas não estão sendo dirigidas ao Poder Legislativo, mas sim ao Executivo sob comando de Dilma.

1.    Querem uma educação digna e de qualidade;
2.    Querem saúde, médicos e que os hospitais públicos deixem de ser matadouros humanos por falta de atendimento;
3.    Querem o fim da corrupção que suga e arrasa com os recursos públicos e que se tornou amiga inseparável do executivo, do legislativo, do judiciário e está se impregnando no seio da sociedade;
4.    Querem a quebra do monopólio dos transportes públicos que encarecem as tarifas;
5.    Querem o fim da impunidade, que premia e incentiva o crescimento do crime em proporções exponenciais.
6.    Querem reformas políticas que não seja de fachada.
7.    Querem PAZ! PAZ!!!

   A TENTATIVA DA DILMA E SEU PT TIRAR O FOCO DAS REIVINDICAÇÕES DA POPULAÇÃO É TÃO EVIDENTE QUE O TIRO SAIRÁ PELA CULATRA E VAI CAUSAR MAIS MOVIMENTOS.

A presidenta está fazendo tudo errado, não é dela a iniciativa de decidir sobre um plebiscito ou não, é do Congresso. Isto é puro desespero ou incompetência mesmo.

Tem mais. O congresso não vai conduzir essa questão a toque de caixa. O governo está querendo criar um fato maior que as manifestações, ou seja, dizer depois que o congresso não quer as reformas puxando pra si o apoio da população menos atenta, quer estabelecer uma confusão sem precedentes.

Enquanto isto, Dilma não faz reformas ministeriais, não diminui os gastos da máquina pública e nem frei as roubalheiras e desvios que ocorrem nos ministérios dia a dia.

O QUE DIABOS FAZ A CARMEM LÚCIA DO TSE CONVOCANDO TRIBUNAIS A PEDIDO DE DILMA ANTES DE DECISÃO DO CONGRESSO?

É mole?

Me aguardem na próxima postagem!