domingo, 21 de abril de 2013

Omissão da imprensa e conivência das autoridades são os alimentos das quadrilhas de gestores corruptos que se instalam nas prefeituras para sugarem os recursos que lhes são repassados pelo Governo Federal.


O mais escandaloso caso de corrupção no Maranhão foi denunciado por este blog (O caso de Paço do Lumiar). O esquema de corrupção consumiu mais de 28 milhões dos cofres do município, deixando-o ás traças e em estado de calamidade.

O esquema comprou todos os vereadores da cidade, influenciou em decisões no TJMA e fez com que processos na comarca de Paço do Lumiar e no tribunal não fossem julgados.

A promotora e a juíza de Paço não cederam ás ameaças, nem aos esquemas da quadrilha. Mais foram detidas por liminares expedidas por desembargadores do TJMA dando razão para a quadrilha.

Foi preciso a Polícia Federal entrar em ação. Descobriram que o blog estava certo e identificaram os autores e beneficiários do esquema, culminando com a operação batizada de “OPERAÇÃO ALIEN”, quando prenderam os principais chefes da quadrilha e colocaram neles tornezeleiras eletrônicas para monitoração.

Muitos jornalistas e radialistas de São Luís foram beneficiários da quadrilha que se instalou em Paço do Lumiar, sendo denunciados por este blog. Em consequência, o autor do blog foi ameaçado e é ignorado pelos setores da imprensa denunciados.

Os Jornais O Estado do Maranhão, o Imparcial, O Jornal Pequeno, bem como alguns canais de televisão tinham consigo todos os documentos que revelavam os esquemas, mas silenciaram. Quando davam alguma notícia era de modo superficial.

Após a ação da Polícia Federal, não tiveram como esconder os fatos e hipocritamente rotaram justiça em seus escritos, omitindo a luta do Movimento S.O.S Paço do Lumiar e trabalho jornalístico e investigativo deste blog.

Até um TJMA procurou dar uma satisfação para a sociedade julgando um dos processos, condenando a chefe da quadrilha.

O Caso de  Corrupção de Paço do Lumiar e seu desfecho serve para reflexão das autoridades deste Estado decidirem que devem combater a subtração dos recursos públicos nas prefeituras e nas secretárias do Governo do Estado do Maranhão, sob pena de continuarmos a vivermos em terras arrasadas, sem saúde, sem educação, sem infraestrutura, sem assistência social, sem nada.

Os promotores, em todos os lugares, devem levantar de sua cadeiras e irem ver in loco a situação e agirem com firmeza e interesse.

Ligue 08000981600 ou fale com a Ouvidoria do MP para denunciar gestores corruptos do Maranhão.