10 de abr de 2013

O judiciário não precisa criar novos tribunais, precisa é criar vergonha e fazer justiça com isenção e dedicação.


O noticiário diário está recheado de desvios de condutas no judiciário: venda de sentenças, lóbis jurídicos, corrupção de serventuários e outras práticas que levam ao descredito do judiciário.



O Presidente do Supremo tem razão. As associações de juízes não representam o STF para propor criação de tribunais para servir de cabide de emprego dos vários esquemas que imperam neste país.