17 de out de 2012

52 PREFEITURAS NAS MÃOS DE LADRÕES DE VERBAS PÚBLICAS.

Este blog publicou denuncias sobre a descoberta do maior esquema de corrupção do Estado do Maranhão, o de Paço do Lumiar.

Esquema consistia em fraudar licitações, apropriar-se de recursos públicos (mais de 3 milhões), falsificação de documentos, falsificação de assinaturas, desvios de recursos de convênios (mais de 13 milhões), desvios de recursos da Educação (mais de 6 Milhões), desvios de recursos da Saúde (mais de 10 milhões).


A descoberta do esquema revelou ramificações e proteção de gente dos três poderes, começando por todos os vereadores, gente do judiciário, do executivo, do legislativo, da imprensa.

Os esquemas de desvios de recursos público no Maranhão tem braços fortes nas três esferas de poder. O agiota é o centro e por onde os desvios se concretiza. As ameaças são eliminadas com a pistola.
SETORES DA IMPRENSA CUIDAM DE BLINDAR O ESQUEMA.
Para proteger o esquema, setores da imprensa classificavam de baderneiros e imbecis nas rádios de São Luís, os pobres cidadãos de Paço do Lumiar que denunciavam. Um Capitão da PM envolvido com os criminosos do patrimônio público tratava de massacrar populares com sua tropa de choque.

Radialistas que recebiam do esquema criminoso aplaudiam e faziam gozação da reivindicação justa dos que sofriam os danos da corrupção.

CLIQUE PARA AMPLIAR
A verdade veio à tona, numa madrugada agentes federais invadem os covis e declaram que estavam executando a operação parasitas (Alien) e dizendo que aqueles pacatos cidadãos que denunciaram, que aqueles cidadãos chamados de cretinos e que tiveram os microfones desligados em suas caras, tinham razão. Os protetores da organização abandonam o barco, caem em silêncio.

Agora com os chefes da quadrilha sendo monitorados, os jabaseiros procuram outra freguesia, estão esperando os novos prefeitos assumirem para eles começarem as chantagens até serem chamados, e assim vão vivendo sempre com as mesmas máscaras diante de um povo com pouco discernimento.

ESSES LADRÕES DE VERBAS PÚBLICAS são extremamente perigosos, são capazes de cometerem os mais terríveis crimes.

Um blogueiro destemido como os cidadãos de Paço do Lumiar tentou mostrar esse lado perigosos dos ladrões do erário público. O blogueiro Décio Sá tombou alvejado por um pistoleiro profissional.

Um policial de carreira, um agente do governo criticado por muitos, inclusive por nós, recebeu carta branca para descobrir quem fez e quem estava por trás de tudo.

Ele se chama Aluisio Mendes, Secretário de Segurança Pública do Maranhão. Caiu em campo com sua equipe, juntou as peças e descobriu as razões da morte do jornalista, confirmando o que havíamos denunciado antes.

Na época disse o Secretário que se trata de uma Organização Criminosa formada para minar, furtar o dinheiro público. “Eles praticavam agiotagem. Inúmeros documentos de prefeituras foram encontrados na casa dos dois agiotas, como formulários bancários, cheques assinados e notas de empenho”, disse.

ALUÍSIO MENDES CUMPRE MAIS UM DEVER.

Aluísio Mendes, sua equipe e o Procurador chefe do MPF
  
O MPF recebeu da Secretaria de Segurança Pública o resultado das investigações das prefeituras que têm ligações com esquema de agiotagem no Estado.

Os recursos públicos desviados pelos programas federais e estaduais ultrapassam a mais de R$ 100 milhões.

O MPF já começou a separar prefeitura por prefeitura, gestor por gestor.

Estamos impedidos de divulgar mais detalhes em razão do sigilo. Publicaremos em primeira mão a relação, assim que a justiça federal se manifestar e for iniciada a operação que poderá ser chamada de Operação Parasitas II (Alien II).