TODO PODER EMANA DO POVO

Acessos

terça-feira, 1 de maio de 2012

Caminhada por justiça


Caminhada Décio Sá (Foto: Igor Almeida/G1 MA)


DO G1 MARANHÃO

Centenas de pessoas participaram do ato público na Avenida Litorânea.
População clama por elucidação de crimes considerados de pistolagem.

Caminhada reuniu centenas de pessoas na
Avenida Litorânea (Foto: Igor Almeida/G1)
O Dia do Trabalho foi lembrado com um pedido de justiça e paz em São Luís. Centenas de pessoas participaram nesta terça-feira (1º), da caminhada em protesto contra o assassinato do jornalista Décio Sá, morto a tiros na segunda-feira (23), em um bar da Avenida Litorânea, além de outros crimes considerados de pistolagem, ocorridos no Maranhão.
O ato público, que começou por volta das 10h20, reuniu centenas de amigos, familiares e autoridades maranhenses e, teve como objetivo, o pedido da elucidação contra os assassinatos.
"Este é um grito de esperança. Pedimos justiça não só para o Décio, mas por todas as outras vítimas de crimes como o que vitimou meu irmão. O Maranhão precisa mudar e isso só vai acontecer se todos nós abrirmos a boca e clamarmos por igualdade social, por justiça, por direitos humanos", declarou a irmã do jornalista Décio Sá, Vilenir Sá.
Ao final da caminhada, em frente ao bar onde o jornalista foi assassinado, os participantes prestaram homenagens às vítimas de crimes sem elucidações. O Coral São João cantou a Canção da América e, em seguida, o Hino Nacional, encerrando o ato público com balões brancos pedindo justiça e paz pelas vítimas maranhenses de crimes considerados de pistolagem.
Balões brancos simbolizaram o pedido de paz ao fim da caminhada na Avenida Litorânea (Foto: Igor Almeida/G1)Balões brancos simbolizaram pedido de paz ao fim da caminhada (Foto: Igor Almeida/G1)

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Seu comentário é bem vindo
Opine, comente, debata ...